Clique aqui para ir para a página inicial
 

Pular Links de Navegação
»
Home
Contato
Calculadoras
Consultoria
Conteúdo
Cotações
Perfil/Testes
Serviços
Parceiros
Mapa site
[HyperLink1]
Cadastrar
 
    
Você está em:   IGF Modelos de documentos Petição Penal Por denunciação caluniosa nos termos do artigo 339 do ccp

Petição - Penal - Por denunciação caluniosa nos termos do artigo 339 do ccp


 Total de: 15.244 modelos.

 
Por denunciação caluniosa nos termos do artigo 339 do cp.

 

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA COMARCA DE ___________________________

_______________, (qualificação), domiciliado e residente no Município de ________________, desta comarca, por seu procurador que esta subscreve (doc. 1), inscrito na OAB, seção de _______, sob o n.º ______, com escritório na Rua _____________________ n.º _______, em ____________, onde recebe intimações, vem respeitosamente à ilustre presença de V. Exa., com fundamento no art. 39, combinado com o art. 44 do Código de Processo Penal, oferecer a presente REPRESENTAÇÃO CRIMINAL, contra ___________________, (qualificação), também domiciliada e residente em _______________ para fins de ser a mesma denunciada e processada na forma do art. 339 do Código Penal (Denunciação Caluniosa), pelos motivos de fato e de direito que passa a expor:

A) Consoante se vê nas peças em anexo, extraídas dos autos da ação penal (proc. ______), desta comarca, o requerente foi, deliberadamente e por vingança, acusado pela cidadã acima qualificada, mediante "representação criminal", de ter furtado em co-autoria, no dia __________, aproximadamente, (declarar a acusação).

B) Encerrada a fase policial, com remessa do Inquérito à Juízo, a ilustrada Promotoria, por força das exigências do art. 42 do Código de Processo Penal, ofereceu "denúncia" contra o requerente, e demais elementos apontados como co-autores (doc. 2), o que, "Ipso fato", implicou na sua "citação"(doc. 3), "qualificação" e "interrogatório"(doc. 4), sujeitando-o a uma situação constrangedora e humilhante, e a todos os danos morais e materiais, que à espécie acarreta.

C) Finda a instrução processual, e ouvidas as ______ testemunhas, o mui digno e honrado Representante do Ministério Público, após detido exame do processo, houve por bem, nas suas "Alegações Finais"(doc.5), pedir a absolvição de requerente, através da seguinte declaração:

"Com referência ao acusado _______________, nada ficou provado, pelo que, deve ele ser absolvido das acusações que lhe foram feitas na denúncia".

D) Finalmente, com a publicação da referida sentença prolatada em ______ de ____________ de 20_____ (doc. 6), ficou definitivamente reconhecida e proclamada a inocência do requerente, pelo MM. Juiz, julgador do feito, consoante se vê pelo respeitável pronunciamento abaixo:

"Julgo por sentença, em parte, improcedente a denúncia de fls., para absolver como de fato absolvo _____________________, já qualificado, por reconhecer este juízo que o mesmo não participou do crime de furto mencionado da denúncia de fls. _______".

E) Segundo a lei, a doutrina e a jurisprudência, não é justo e nem jurídico que, alguém à pretexto de defesa de seus direitos, procure a autoridade competente, levando-lhe queixa contra um cidadão inocente, sujeitando-o à humilhações e vexames econômicos e morais de toda a ordem, com abalo de seu crédito e reputação, e fique impune pelo ato dolosamente praticado.

À vista do exposto, e dado as conseqüências morais e patrimoniais sofridas injustamente pelo requerente no processo mencionado, é a presente com fundamento no disposto do art. 339 do Código Penal para, mui respeitosamente requerer de V.Exa., as providências que se fizerem necessárias, no sentido de ser a cidadã _______, acima qualificada, denunciada e processada criminalmente na forma legal, ouvindo-se oportunamente, se necessário, as testemunhas abaixo relacionadas, com dispensa de inquérito policial, de vez que a inclusa documentação faz "prova plena" da existência do ilícito penal e da autoria.

Nestes termos, com os documentos que acompanham,

Pede e Espera Deferimento

( Local e data)


( Assinatura do advogado)





ROL DE TESTEMUNHAS:

1)____________________________
2)____________________________
3)____________________________


Veja mais modelos de documentos de: Petição - Penal
Existência de parcelamento e quitação de apropriação indébita
Representação criminal em face de calúnia
Pedido de abertura de inquérito policial, em face de emissão fraudulenta de duplicatas por empres
Afronta a alínea do art. 105, iii, da constituição federal de 1988 e dissídio jurisprudencial
Recurso e razões de continuidade delitiva de furto simples
Contra-razões de aplicação da privilegiadora em roubo
Razões de recurso de agravo em execução de progressão de regime
Inquérito policial por emissão de duplicata
Alegações finais em memorial de acusado do crime de lesões corporais
Ação penal pública incondicionada por apropriação indébita
Defesa prévia com pedido de nulidade do aditamento da denúncia
Defesa prévia perante o Juizado Especial Criminal, com pedido de extinção do processo ou aplicaçã