Clique aqui para ir para a página inicial
 

Pular Links de Navegação
»
Home
Contato
Calculadoras
Consultoria
Conteúdo
Cotações
Perfil/Testes
Serviços
Parceiros
Mapa site
[HyperLink1]
Cadastrar
 
    
Você está em:   IGF Modelos de documentos Petição

 Total de: 15.244 modelos.

 
 

    Precisa redigir uma carta, um abaixo-assinado, um requerimento ou outro modelo de documento e não sabe como começar ?

    Nossos modelos de documentos são grátis, liberados para cópia. Caso necessite modifique de acordo com suas necessidades.

    Envie também seu modelo de documento. Caso não tenhamos em nosso banco de dados , incluiremos. Se desejar divulgamos seu nome e e-mail.
 

 Possuímos hoje em nosso site um total de 15.244 Modelos de Documentos! Aproveite.



 




Veja o Modelo de Documento randômico em destaque:


Sorteamos dentro do assunto Petição , onde está a categoria Civil e processo civil :



Resposta pelo agravado de comodato


AGRAVO - RESPOSTA PELO AGRAVADO - COMODATO

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR DESEMBARGADOR _________, DIGNÍSSIMO RELATOR DO AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº _________, ADICTO A ____ª CÂMARA CÍVEL DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO _________

Objeto: Resposta ao Agravo nº _________

____________, brasileiro, solteiro, dos serviços gerais, portador da cédula de identidade nº _________, residente e domiciliado na Rua ____________ nº _________, Bairro ____________, cidade de _________, pelo Procurador subfirmado, vem, respeitosamente, a presença de Vossa Excelência, nos autos do agravo de instrumento (propriamente dito) onde figuram como agravantes, ____________ e ____________, no prazo do artigo 527, inciso III, do Código de Processo Civil, contrapor-se ao recurso deduzido, o fazendo pela seguintes razões

Pelo que se afere das razões esposadas pelos agravantes, tem-se, que os mesmos se rebelam quanto ao deferimento da liminar, que determinou a imediata evacuação do imóvel desfrutado a título de comodato.

Demais, obtemperam, os agravantes, que a notificação levada a efeito pelo agravado (que precedeu a ação possessória) é inócua, constituindo-se em procedimento destituído de qualquer eficácia, no que tange a geração de direitos.

Entrementes, cumpre consignar-se, que a tese sufragada pelos agravantes é impassível de sustentação racional, na medida, em que a notificação por expressa previsão legal, ex vi, do artigo 397, § único, do Código Civil, constitui em mora os notificados, de tal sorte, que não restituído, pelos últimos, o bem dado em comodato, na dilação temporal estatuída, resta caracterizado o esbulho.

Assim, impassível de qualquer censura veicula-se a decisão injustamente hostilizada pelos agravantes, uma vez que estes, na qualidade de comodatários, recusaram-se a restituir o bem dado em comodato, embora, tenha-se aos mesmos concedido e garantido o interstício temporal de (60) sessenta dias, para tal fim, nos termos da notificação que antecedeu a ação possessória.

A notificação é ato que leva ao conhecimento de alguém, para que o mesmo tome ou deixe de tomar alguma providência, sob pena de determinadas conseqüências.

Ora, inexistindo vício na notificação obrada, tem-se que a mesma é instrumento hábil para constituir, de pleno direito, os notificados em mora, autorizando o deferimento da liminar possessória, como obrado pelo altivo Magistrado a quo.

Outrossim, a decisão que concedeu a liminar encontra-se solidamente fundamentada, devendo subsistir por seus próprios e judiciosos fundamentos.

Donde, o recurso aviado não deverá prosperar, eis que sedimentado em premissas inverossímeis, estéreis de claudicantes, cumprindo seja restabelecida a liminar - sustada em seu efeitos pelo agravo interposto - e, por decorrência lógica e inexorável, negado trânsito à pretensão dos agravantes.

Destarte, indene de qualquer exprobação e ou retificação, veicula-se o despacho emanado do Julgador monocrático, devendo, (a decisão liminar que determinou a evacuação) por criteriosa e solidificada em argumentos que não foram infirmados pelos agravantes, ser preservada, ratificada e consolidada, por essa Augusta Câmara Cível.

ISTO POSTO, REQUER:

I - Seja improvido o agravo, não tanto pelas razões retro declinadas, mas mais e muito mais pelas que hão Vossas Excelências de aduzirem, em prol da tese sustentada pelo agravado, sobretudo as que serão expendidas pelo Preclaro Desembargador Relator do feito, com o que estar-se-á, realizando, perfazendo e assegurando, na gênese do verbo, a mais lídima e genuína JUSTIÇA !

____________, ___ de __________ de 20__.

____________
OAB/