Clique aqui para ir para a página inicial
 

Pular Links de Navegação
»
Home
Contato
Calculadoras
Consultoria
Conteúdo
Cotações
Perfil/Testes
Serviços
Parceiros
Mapa site
[HyperLink1]
Cadastrar
 
    
Você está em:   IGF Modelos de documentos Contratos

 Total de: 15.244 modelos.

 
 

    Precisa redigir uma carta, um abaixo-assinado, um requerimento ou outro modelo de documento e não sabe como começar ?

    Nossos modelos de documentos são grátis, liberados para cópia. Caso necessite modifique de acordo com suas necessidades.

    Envie também seu modelo de documento. Caso não tenhamos em nosso banco de dados , incluiremos. Se desejar divulgamos seu nome e e-mail.
 

 Possuímos hoje em nosso site um total de 15.244 Modelos de Documentos! Aproveite.



 




Veja o Modelo de Documento randômico em destaque:


Sorteamos dentro do assunto Petição , onde está a categoria Comercial :



Ação declaratória de inexigibilidade de duplicata emitida sem aceite


Ação declaratória de inexigibilidade de duplicata emitida sem aceite.

 

EXMO. SR. DR. JUIZ DE DIREITO DA ..... VARA CÍVEL DA COMARCA DE ....., ESTADO DO .....

....., pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob o n.º ....., com sede na Rua ....., n.º ....., Bairro ......, Cidade ....., Estado ....., CEP ....., representada neste ato por seu (sua) sócio(a) gerente Sr. (a). ....., brasileiro (a), (estado civil), profissional da área de ....., portador (a) do CIRG nº ..... e do CPF n.º ....., por intermédio de seu advogado (a) e bastante procurador (a) (procuração em anexo - doc. 01), com escritório profissional sito à Rua ....., nº ....., Bairro ....., Cidade ....., Estado ....., onde recebe notificações e intimações, vem mui respeitosamente à presença de Vossa Excelência propor

AÇÃO DECLARATÓRIA DE INEXIGIBILIDADE DE TÍTULO EXTRAJUDICIAL

em face de

....., pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob o n.º ....., com sede na Rua ....., n.º ....., Bairro ......, Cidade ....., Estado ....., CEP ....., representada neste ato por seu (sua) sócio(a) gerente Sr. (a). ....., brasileiro (a), (estado civil), profissional da área de ....., portador (a) do CIRG nº ..... e do CPF n.º ....., pelos motivos de fato e de direito a seguir aduzidos.

DOS FATOS

A Autora adquiriu da Ré diversos Materiais através da Ordem de Compra nº ..........., cuja entrega estava prevista para o dia ...../.../....., todavia não foram entregues em sua totalidade, levando a mesma a notificá-la em data de ..../..../....., haja visto que todos os Materiais adquiridos deveriam ser usados na Obra da empresa .....................

Salienta-se, que a Autora foi obrigada a adquirir com urgência diversos Materiais que deveriam ter sido entregues pela Ré, com o objetivo de não sofrer sanções pelo descumprimento do Contrato que mantém com a empresa ..........

Assim, a atitude da Ré em levar a Protesto os Títulos sob nºs ............., não tem amparo jurídico, posto que a mesma provavelmente não tomou os cuidados necessários quando da emissão dos mesmos.

Face o mencionado, foi deferida a liminar determinando a Sustação do protesto, por este Juízo.

Mesmo após a sustação do protesto, não houve possibilidade de composição entre as partes, razão pela qual não resta outra alternativa senão recorrer à tutela jurisdicional do Estado.

DO DIREITO

A atitude da Ré de levar os Títulos a protesto ocorreu por equívoco ou má-fé, haja visto que deixou de entregar os Materiais adquiridos na data aprazada e em sua totalidade. Portanto, tinha plena consciência que os títulos eram inexigíveis e traria sérias dificuldades a Autora.

Há de ser considerado também que os Títulos enviados a protesto, tratam-se de DUPLICATAS POR INDICAÇÃO, não estando preenchidos seus requisitos legais de Títulos Executivo ante a ausência de aceite. Destarte, somente com intuito de ilustração, a tentativa da Ré esbarra na falta de fundamentação legal, visto que não poderia produzir efeitos e gerar danos.

De tal arte, não é justo que a Ré emita Duplicatas sem aceite do valor a seu Bel prazer, sem a devida e apropriada contraprestação em termos de efetivo cumprimento da obrigação, colocando em risco desta forma a credibilidade da Autora.

O fundamento legal para a não aceitação das Duplicatas pela Autora, face o mencionado, encontra-se no artigo 8º, inciso I, da Lei 5.474/68.

Também não há que se falar em suprimento do aceite, pois não houve retenção dos Títulos com consentimento da Ré, assim como inexiste qualquer documento comprobatório da entrega do total da mercadoria ou da prestação dos serviços, que desenvencilhariam os títulos dos vícios em questão diante da teoria adotada pela Lei 5.474/68.

No entanto, "não podemos esquecer que a duplicata é um título causal, originário de um contrato de compra e venda. Dá-se-lhe, para a difusão do crédito comercial, efeito cambial quando posto em circulação pelo endosso". (in Curso de direito Comercial, Rubens Requião, 2º volume, Edit. Saraiva, p. 449).

Portanto, trata-se de Títulos de Crédito Inexigível, sendo prejudicada a ora Autora, diante dos procedimentos da Ré.

Diante de todo o mencionado, corroborado pela documentação acostada aos autos de Sustação de Protesto, em apenso, tornou-se clara a nulidade e inexigibilidade das Duplicatas emitidas pela Ré contra a Autora, as quais não foram aceitas em função da inexistência de contraprestação, o que requer-se seja declarado judicialmente.

DOS PEDIDOS

Diante de todo o exposto, requer-se a Vossa Excelência que digne-se em:
Deferir a distribuição por dependência aos autos nº ................ de Sustação de Protesto, em trâmite perante este Juízo;
Determinar a citação da Ré por carta com aviso de recebimento, para que conteste a presente, sob as advertências legais de estilo;
Declarar nulo e inexigível os Títulos objeto da presente, espécie Duplicata de Venda Mercantil por Indicação, emitida pela Ré tendo como sacada a Autora.
Julgar inteiramente procedente a presente ação, nos termos da fundamentação supra, com a condenação da Ré ao pagamento das despesas e custas processuais, além de honorários advocatícios, estes fixados em 20% (vinte por cento) sobre o valor da causa;
Deferir a produção de todas as provas em direito admitidas, em especial testemunhal cujo rol será oportunamente apresentado, depoimento pessoal da Ré sob a pena de confissão, documental complementar e pericial caso seja necessária.

Dá-se à causa o valor de R$ .....

Nesses Termos,
Pede Deferimento.

[Local], [dia] de [mês] de [ano].

[Assinatura do Advogado]
[Número de Inscrição na OAB]