Clique aqui para ir para a página inicial
 

Pular Links de Navegação
»
Home
Contato
Calculadoras
Consultoria
Conteúdo
Cotações
Perfil/Testes
Serviços
Parceiros
Mapa site
[HyperLink1]
Cadastrar
 
    
Você está em:   IGF Modelos de documentos Petição Penal Nulidade de exame anterior por informe psicológico ilegível

Petição - Penal - Nulidade de exame anterior por informe psicológico ilegível


 Total de: 15.244 modelos.

 

AÇÃO PENAL - ROUBO - JUNTADA de EXAME CRIMINOLÓGICO - NULIDADE do exame anterior - COMUTAÇÃO DE PENA - INDULTO - IN DUBIO PRO REO - Informe psicológico ilegível

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR PRESIDENTE DA ..... CÂMARA CRIMINAL DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO .........

RECURSO DE AGRAVO Nº......

............, já amplamente qualificado nos autos de Recurso de Agravo supra epigrafado por advogado que a esta subscreve, vem, com o devido respeito e acatamento, à presença de Vossa Excelência, expor e ao final requerer:

JUNTADA DE EXAME CRIMINOLÓGICO Nº ..../......, pelos fatos e fundamentos que passa a expor:

1. O Recurso de Agravo impetrado pelo ora recorrente prende-se à irresignação contra a denegação do pedido de redução de sua pena, sendo que r. decisão prende-se ao Exame Criminológico anteriormente realizado.

2. Ocorre que, em data de ............., foi submetido a novo Exame Criminológico, verificou-se que o mesmo encontra-se APTO, no momento, quanto às condições necessárias para a obtenção do requerido, ao que juntamos cópia autenticada do mesmo, conforme a documentação inclusa.

3. Assim pedimos a nulidade do exame criminológico anterior, por inexistência de fundamentação daqueles pareceres, conforme psicológico incoerente, ilógico e sem fundamento, como o são o psiquiátrico , porque manuscrito, dificilmente legível, é nulo, consoante pode se verificar que em data de 27/9/94, assim já decidiu o Tribunal de Alçada deste Estado, Relator OESIR GONÇALVES, Acórdão 2321:

" Recurso de Agravo- Agravante condenado por crime de roubo a 5 a 8 meses de reclusão-Benefício de perdão indeferido - Agravo Interposto objetivando a reforma da decisão por nulidade do exame criminológico, falta de fundamentação da sentença nos pareceres do Conselho Penitenciário e do Ministério Público e, também da sentença agravada, que não fizeram qualquer análise crítica dos exames psiquiátricos e psicológico do agravante - Informe psicológico incoerente, ilógico e sem fundamento - Exame psiquiátrico que nada diz sobre o recorrente- Recurso provido para conceder o indulto."

4. Pela constituição de fato que demonstra a cessação de periculosidade do sentenciado, consoante Exame Criminológico nº .../...., que o mesmo se encontra apto, indicando condições favoráveis à obtenção do favor e que é recente,.........., imperando, sempre o princípio do IN DUBIO PRO REO.

Ante o exposto, considerando que o nosso Sistema de Execução de Pena é favorável à concessão do favor de COMUTAÇÃO DA PENA e INDULTO, por haver preenchido os requisitos subjetivos e objetivos, sendo que

o presente Exame Criminológico constitui matéria relevante para a materialização da prova que contraria o alegado pelo Digno Representante do Ministério Público, se REQUER digne-se Vossa Excelência em determinar seja o relatório e a cópia autenticada do Exame Criminológico nº.... e instrumento procuratório juntado nos autos de RECURSO DE AGRAVO nº ........., e assim procedendo, mais uma vez, terá este Egrégio Tribunal de Justiça permitido obra de intrépida, serena e honesta,

JUSTIÇA!

N. Termos,

P. Deferimento.

........, ....... de ...... de....

...............
Advogado

OAB Nº ....


Veja mais modelos de documentos de: Petição - Penal
Interposição de recurso em sentido estrito, ante à pronúncia do réu pelo crime de homicídio
Crime em que a pena de detenção imputada ao réu é inferior a dois anos de acordo com os artigos 3
Habeas corpus preventivo com pedido liminar de trancamento da ação penal
Informação de que a defesa de mérito será apresentada nas alegações finais
Contra-razões de receptação dolosa por não identificação da subtração
Embargos infringentes com o objetivo de reduzir a pena agravada por majorantes no crime de roubo
Contra-razões de furto de coisa de ninguém
Agravo em execução de fuga e crime no período de fuga
Apelação em ação penal, pugnando-se pela nulidade do processo ante a inépcia da denúncia
Impetração de ordem de habeas corpus, com consequente pedido de alvará de soltura
Por denunciação caluniosa nos termos do artigo 339 do ccp
Alegações finais em que afirma inocência em acusação de homicídio