Clique aqui para ir para a página inicial
 

Pular Links de Navegação
»
Home
Contato
Calculadoras
Consultoria
Conteúdo
Cotações
Perfil/Testes
Serviços
Parceiros
Mapa site
[HyperLink1]
Cadastrar
 
    
Você está em:   IGF Modelos de documentos Petição Trabalhista Empregado demitido sem justa causa pugna pelo pagamento de parcelas de insalubridade, saldo de salário, 13º salário, horas extras, FGTS

Petição - Trabalhista - Empregado demitido sem justa causa pugna pelo pagamento de parcelas de insalubridade, saldo de salário, 13º salário, horas extras, FGTS


 Total de: 15.244 modelos.

 
Empregado demitido sem justa causa pugna pelo pagamento de parcelas de insalubridade, saldo de salário, 13º salário, horas extras, FGTS.

 

EXMO. SR. DR. JUIZ DA .... VARA DO TRABALHO DE ..... ESTADO DO .....

....., brasileiro (a), (estado civil), profissional da área de ....., portador (a) do CIRG n.º ..... e do CPF n.º ....., residente e domiciliado (a) na Rua ....., n.º ....., Bairro ....., Cidade ....., Estado ....., por intermédio de seu (sua) advogado(a) e bastante procurador(a) (procuração em anexo - doc. 01), com escritório profissional sito à Rua ....., nº ....., Bairro ....., Cidade ....., Estado ....., onde recebe notificações e intimações, vem mui respeitosamente à presença de Vossa Excelência propor

RECLAMATÓRIA TRABALHISTA

em face de

....., pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob o n.º ....., com sede na Rua ....., n.º ....., Bairro ......, Cidade ....., Estado ....., CEP ....., representada neste ato por seu (sua) sócio(a) gerente Sr. (a). ....., brasileiro (a), (estado civil), profissional da área de ....., portador (a) do CIRG nº ..... e do CPF n.º ....., pelos motivos de fato e de direito a seguir aduzidos.

PRELIMINARMENTE

A presente demanda foi submetida à Comissão de Conciliação Prévia, de que trata a Lei nº 9958/00 ( certidão negativa de conciliação anexa - doc .....).

DO MÉRITO

1. DO CONTRATO LABORAL:

O reclamante foi admitido pela reclamada em .../.../..., exercendo a função de frentista. Teve seu contrato laboral rescindido sem justa causa em .../.../...

Apesar de ter sido contratado para exercer as funções de frentista, o reclamante laborava também na função de caixa, manuseando vultuosas quantias de dinheiro, e por este responsabilizando-se em todas as formalidades. Não percebia nenhum acréscimo salarial para exercer tais atividades.

2. DO SALÁRIO

O reclamante foi admitido pelo piso normativo da categoria mais 30% de insalubridade.

Requer, desde logo, que a reclamada junte aos autos as folhas de pagamento de salário do reclamante.

3. DAS HORAS EXTRAS

O reclamante realizava um volume médio mensal de aproximadamente 24 horas extraordinárias, porém, recebia, em média, apenas 13 horas mensais, sendo-lhe, pois, sonegado o pagamento de 11 horas mensais desde a época de sua contratação.

Requer, desde logo, a apresentação dos cartões de ponto do reclamante, de todo o seu período laboral.

4. DA RESCISÃO CONTRATUAL

O reclamante foi demitido em data de .../.../..., e passados 15 dias, não teve o pagamento do saldo de salários do mês de ...., aviso-prévio, férias do período, periculosidade, 13º salário proporcional, horas-extras laboradas no período, diferenças de horas extras laboradas no período laboral e salário família. A reclamada infringiu as normas do art. 477, § 8º da Consolidação das Leis Trabalhistas.

Deve a reclamada efetuar o pagamento do devido em dobro, por ocasião de seu comparecimento ao Tribunal do Trabalho, consoante determinado pelo art. 467 celetário.

5. DO FGTS

Com a opção pelo FGTS desde a sua admissão pela reclamada, não tem conhecimento se a verba fundiária foi depositada mês a mês. Assim sendo, deve a reclamada comprovar os depósitos levados a efeito durante todo o período, a critério do Enunciado 95 do TST, sob pena de complementação, via execução direta.

Relativamente as partes ora postuladas e devidas, a reclamada deverá ser condenada à indenização no índice de 8% acrescidos da multa de 40%, bem como na liberação dos depósitos fundiários sob o código 01.

DOS PEDIDOS

Isto Posto, respeitosamente reclama:

a) pagamento de verbas rescisórias: saldo de salários do mês de ...., aviso-prévio, férias do período de .../..., periculosidade, 13º salário proporcional, horas-extras laboradas no período, diferenças de horas-extras durante o período laboral, no valor determinado pela Convenção Coletiva da Categoria e salário família;
b) multa do artigo 477, § 8º CONSOLIDAÇÃO DAS LEIS TRABALHISTAS;
c) descansos semanais remunerados face o cômputo das horas-extras não pagas, por serem habituais, da admissão à demissão;
d) diferenças de férias, gozadas e indenizadas mais 1/3 constitucional, face o cômputo das horas extras, DSR sobre as horas extras, por serem habituais;
e) diferença do 13º salário face o adicional das horas-extras por habitualidade destas;
f) FGTS, comprovação dos recolhimentos havidos durante o pacto laboral - Enunciado 95 TST, acrescidos das diferenças havidas com horas-extras, 13º salários, aviso prévio e demais verbas inerentes ao feito;
g) FGTS, 8% acrescidos de multa de 40% sobre todas as verbas pedidas e devidas a calcular
h) pagamento em 1ª audiência das verbas incontroversas, apresentadas sob pena de dobra, nos termos do art. 467 CONSOLIDAÇÃO DAS LEIS TRABALHISTAS
i) os benefícios da Justiça Gratuita, em face ao contido no art. 2º, parágrafo único da Lei 1060/50
j) sejam as verbas ilíquidas apuradas em execução de sentença, por cálculos, com os devidos acréscimos legais;
l) honorários de sucumbência, em consonância ao disposto no art. 133 CF e Lei 8906/94.

REQUERIMENTOS FINAIS

Sejam oficiadas as autoridades competentes, notadamente a Delegacia Regional do Trabalho e Representante do Ministério Público do Trabalho, para fiscalização e tomada das providências quanto às irregularidades noticiadas.

Seja a reclamada noticiada no endereço declinado para, querendo, apresentar a defesa que tiver, sob pena de confissão quanto a matéria de fato e revelia.

Seja a reclamada compelida a juntar os cartões ou livro ponto de todo o período laborado, ficha de registro de empregado, recibos de pagamentos de salários e comprovantes de depósitos fundiários.

Protesta e requer poder provar o alegado através de todos os meios de prova em direito admitidos, principalmente a oitiva de testemunhas, juntada de novos documentos e depoimento pessoal da reclamada, sob pena de confesso.

Requer, enfim, a total procedência da presente reclamatória, com a conseqüente condenação da reclamada no principal monetariamente corrigido e cumulado por juros de mora de 1% ao mês, nos termos do Enunciado 200 do TST, além das custas processuais e honorários advocatícios.

Dá-se à causa o valor de R$ .....

Nesses Termos,
Pede Deferimento.

[Local], [dia] de [mês] de [ano].

[Assinatura do Advogado]
[Número de Inscrição na OAB]


Veja mais modelos de documentos de: Petição - Trabalhista
Reclamatória trabalhista por falência da reclamada
Indenização de acidente do trabalho
Interposição de agravo de instrumento de decisão que denegou seguimento a recurso de revista
Reclamatória trabalhista de operador de máquina
Indenização dobrada de aposentadoria
Reclamatória trabalhista pleiteando diferenças salariais decorrentes de desvio de função, além de
Reclamatória trabalhista de vendedor dispensado sem justa causa
Contestação à reclamatória trabalhista, sob alegação de ausência de vínculo empregatício
Inquérito judicial para apuração de falta grave de empregado estável, tendo em vista o alcoolismo
Pedido de prisão do reclamado, por ter sido depositário infiel
Contra-razões de recurso ordinário de vendedor externo
Contestação à reclamação trabalhista, em que a reclamada alega que não há direito ao recebimento