Clique aqui para ir para a página inicial
 

Pular Links de Navegação
»
Home
Contato
Calculadoras
Consultoria
Conteúdo
Cotações
Perfil/Testes
Serviços
Parceiros
Mapa site
[HyperLink1]
Cadastrar
 
    
Você está em:   IGF Modelos de documentos Petição Trabalhista Contestação de reclamatória trabalhista de telefonista

Petição - Trabalhista - Contestação de reclamatória trabalhista de telefonista


 Total de: 15.244 modelos.

 

TELEFONISTA - CONTESTAÇÃO

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DO TRABALHO DA ____ª VARA DO TRABALHO DE _________ - UF

CONTESTAÇÃO

consubstanciada nos motivos de fato e de direito que a seguir expõe:

PRELIMINARMENTE

DA PRESCRIÇÃO

A petição inicial somente foi distribuída no ano de 2000, desta forma requer a prescrição de todas as parcelas reivindicadas anteriores cinco anos ao ajuizamento da ação, prazo previsto no art. 7º, XXIX da CF/88.

MÉRITO

DA CONTRATUALIDADE E FUNÇÕES

_________ foi contratada para a função de recepcionista em ___.___.___, tendo sido demitida, sem justa causa, em ___.___.___. Sua maior remuneração importou em R$ _________ (_________ reais) mensais.

A reclamante cumpria a carga horária de 40h semanais.

A reclamante somente exerceu as atividades descritas em sua CTPS. Entre as atribuições de recepcionista está também a de atendimento ao telefone. Entretanto juntamente com a autora outros empregados exerciam a mesma função, cujas fichas funcionais são juntadas.

A reclamada possuía quadro de pessoal onde estão descritas as funções existentes.

Desta forma, por este fundamento improcedem o pleito.

A jornada de trabalho cumprida pela autora está descrita nos comprovantes que ora se junta.

A autora desenvolvia outras atividades que o atendimento de telefone. A jurisprudência considera fator importante o desempenho da atividade de telefonista em tempo integral para ensejar o direito à jornada reduzida:

ACÓRDÃO do Processo 01222.402/97-1 (RO )

Data de Publicação: 22/11/1999

Juiz Relator: CARLOS ALBERTO ZOGBI LONTRA

EMENTA: RECURSO ORDINÁRIO DA RECLAMADA. ADICIONAL DE HORAS EXTRAS E REFLEXOS. JORNADA DE 6 HORAS DIÁRIAS. TELEFONISTA. Não faz jus à jornada reduzida estabelecida no art. 227 da CLT a empregada que não executa permanentemente atividade em aparelho telefônico, exercendo outras atividades concomitantes. Indevida a condenação ao pagamento do adicional de horas extras e reflexos incidente sobre as 7ª e 8ª horas diárias. Apelo provido. (...)

ACÓRDÃO do Processo 00158.025/97-0 (RO )

Data de Publicação: 22/05/2000

Juiz Relator: ALCIDES MATTE

EMENTA: SÓCIOS. FIGURAÇÃO NO PÓLO PASSIVO DA AÇÃO DE CONHECIMENTO. DESNECESSIDADE. É desnecessária a figuração dos sócios pessoas físicas no pólo passivo na fase de conhecimento do processo movido contra pessoa jurídica constituída de sociedade por cotas de responsabilidade limitada, sem qualquer prejuízo de sua eventual responsabilização na fase da execução da sentença. Exclusão do feito. TELEFONISTA. CARACTERIZAÇÃO. ART. 227 DA CLT E ENUNCIADO 178 DO TST. Para caracterizar a condição de telefonista, a ensejar-lhe o direito à jornada reduzida de seis horas, com fulcro no Enunciado 178 do TST, por aplicação analógica do art. 227 da CLT, é indispensável que se constitua como sua atividade principal, de forma permanente e intensiva, em operação de mesa de telefonia, segundo a conceituação da CBO - Classificação Brasileira de Ocupações. (...)

ACÓRDÃO do Processo 00290.022/97-5 (RO )

Data de Publicação: 10/04/2000

Juiz Relator: CARLOS CESAR CAIROLI PAPALEO

EMENTA: Recurso ordinário da reclamada. Aviso prévio proporcional. Benefício previsto pelo art. 7º, inciso XXI, da CF/88, que não é auto-aplicável, necessitando de lei que o regulamente. Incidência do disposto no enunciado nº 6 deste Tribunal. FGTS sobre a condenação. Parcela acessória que segue a sorte do principal. Apelo provido, no aspecto. Honorários advocatícios. Indevidos, porquanto desatendidos os requisitos da Lei 5.584/70. Descontos previdenciários e fiscais. Indevidos os descontos em tela, face à absolvição da ré à integralidade da condenação imposta na origem. Recurso ordinário da autora. Horas extras. Art. 227 da CLT. As tarefas exercidas pela obreira eram típicas da função de recepcionista, inserindo-se no seu conteúdo ocupacional o atendimento às ligações telefônicas de PABX, sem que isso lhe confira o direito à jornada especial de trabalho prevista aos telefonistas. Apelo desprovido. (...)

ACÓRDÃO do Processo 01330.301/97-8 (RO )

Data de Publicação: 13/03/2000

Juiz Relator: RICARDO HOFMEISTER DE ALMEIDA MARTINS COSTA

EMENTA: HORAS EXTRAS. TELEFONISTA. A prova oral evidencia que a reclamante além de atender telefone exercia outras funções, não caracterizando a hipótese de que cogita o Enunciado nº 178 da Súmula do Colendo Tribunal Superior do Trabalho. Negado provimento. (...)

ACÓRDÃO do Processo 01088.333/96-6 (RO )

Data de Publicação: 10/01/2000

Juiz Relator: RICARDO LUIZ TAVARES GEHLING

EMENTA: HORAS EXTRAS - USO DE TELEFONE. Indevidas como extras as horas excedentes à sexta diária, pois a prova dos autos indica que o serviço de telefonia era apenas uma das atribuições da reclamante. (...)

ACÓRDÃO do Processo 00936.331/94-1 (RO )

Data de Publicação: 30/08/1999

Juiz Relator: JONI ALBERTO MATTE

EMENTA: JORNADA DE 6 HORAS. TELEFONISTA. A jornada de 6 horas, prevista no art. 227, da CLT, atinge os empregados que exercem exclusivamente a atividade de telefonia, em tempo integral (...)

Considerando que a reclamante desenvolvia outras atividades além de atender o telefone, devem ser julgados improcedente o pedido de labor extraordinário e reflexos deste labor, conforme requerido pela parte autora.

DOS DESCONTOS FISCAIS E PREVIDENCIÁRIOS

Permanecendo as controvérsias suscitadas, requer-se a autorização para os descontos fiscais e previdenciário, que são cabíveis ante o disposto nos artigos 43 e 44 da Lei 8.212/91 e Lei 8.541/92.

HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS

Na Justiça do Trabalho não são devidos honorários advocatícios, mas apenas honorários de assistência judiciária. Os honorários assistenciais, por sua vez, estão previstos nas Leis 1.060/50 e 5.584/70.

A respeito, o Colendo TST já sumulou a Jurisprudência prevalecente naquela Corte, através do Enunciado nº. 329, no sentido de que são devidos na Justiça do Trabalho, apenas honorários de assistência judiciária, nos termos da Lei 5.584/70, que regula a concessão dos mesmos na Justiça do Trabalho, e do Enunciado 219 do C. TST:

EMENTA - HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS - ARTIGO 133 DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL - LEI Nº 5.584/70 - ENUNCIADOS Nºs 219 e 329/TST.

O contido no art. 133 da Constituição Federal não encerra nenhuma novidade, nenhuma inovação legal no tocante à participação do advogado na administração da Justiça. Idêntica disposição já era encontrada no art. 68 da antiga Lei nº 4.215, de 27 de abril de 1963, e dele nunca se extraiu serem devidos honorários advocatícios pela atuação do advogado em favor da parte vencedora. Ao contrário, sempre se entendeu haver necessidade de disposição expressa a respeito, como se extrai do disposto no código de Processo Civil vigente - art. 20 - e no anterior - art. 64. No que tange à área da Justiça do Trabalho, há disposições específicas, razão não havendo para aplicação subsidiária do disposto no art. 20 do CPC, nem para que se extraia, do art. 133 da Constituição Federal, tenha havido inovação a propósito da matéria, no campo do processo trabalhista, que continua regida pela Lei nº 5.584/70, interpretada pelo Enunciado 219/TST e, mais recentemente, pelo Enunciado 329/TST. (Recurso de Revista nº TST - RR - 193.033/95-4, Ac. unânime do TST, publicado em 24-11-95)

EMENTA: HONORÁRIOS ASSISTENCIAIS. Na Justiça do Trabalho somente são devidos os honorários de assistência judiciária quando o autor está assistido pelo sindicato de sua categoria e faz prova de sua situação de pobreza. Não cumpridos estes requisitos indevidos os honorários. Aplicação do art. 14 da Lei 5.584/70 e Enunciado 219 do C. TST. (Ac. 96.26148-6 (REO/RO) publicado em 18.05.98, 4º TRT)

De acordo com a lei e os Enunciados mencionados, para haver condenação em honorários assistenciais, dois requisitos se fazem necessários: a apresentação da credencial do sindicato e a declaração de pobreza, ou prova de percepção de salário inferior a dois mínimos legais.

Face ao exposto, tendo-se em vista a inobservância dos requisitos do art. 14 da Lei nº. 5.584/70, bem como dos Enunciados 219 e 329 do C. TST, não faz a parte reclamante jus ao benefício da assistência judiciária, bem como em honorários.

Portanto, como se vê os pedidos são improcedentes em todos os seus termos, razão pela qual a _________ LTDA, na condição de demandada contesta e impugna todos os elementos contidos na petição inicial e documentos da reclamante, quer tenham sido expressamente atacados, ou na forma genérica, em conjunto nesta defesa.

REQUERIMENTO

ISSO EXPOSTO, a reclamada, por seus procuradores, respeitosamente espera e requer a V. Exª.:

a) o recebimento e a juntada da presente contestação aos autos do processo nº _________ ;

b) o acolhimento da preliminar suscitada para o fim pedido;

c) a improcedência total da ação, condenando-se a reclamante nos efeitos da sucumbência;

d) na hipótese de eventual condenação, requer-se a compensação e a autorização para os descontos previdenciários e fiscais cabíveis;

e) na hipótese da procedência, requer-se o prequestionamento do direito consolidado e jurisprudencial presente, para os devidos fins recursais.

Protesta e requer por todos os meios de prova em Direito admitidos, especialmente o depoimento pessoal da reclamante, sob pena de confesso.

Termos em que recebida a presente pede DEFERIMENTO.

_________, ___ de _________ de _____.

Advogada

OAB ____

Advogado

OAB ____

ROL DE DOCUMENTOS

01. Procuração;

02. Carta de preposto;

03. Quadro de Pessoal;

04. Ficha de Registro de Empregado;

05. Registros de controle de jornada;

06. Lei 5.465/00.


Veja mais modelos de documentos de: Petição - Trabalhista
Contra-razões de recurso ordinário e razões de recurso adesivo
Inépcia da inicial de pedido de demissão
Pedido de execução de atualização do débito
Mandado de segurança em face de ato de magistrado que não notificou pessoalmente o Ministério Púb
Contestação à reclamatória trabalhista em que a reclamada alega o pagamento de todas as verbas de
Ação de indenização por acidente do trabalho, interposta pelo Ministério Público como substituto
Reclamatória trabalhista de liquidação de sentença por arbitramento
Penhora de nova empresa
Exceção de incompetência relativa em reclamatória trabalhista
Contestação à reclamatória trabalhista de pedido de indenização por acidente do trabalho, sob ale
Contestação à reclamatória trabalhista, sob alegação de ilegitimidade passiva por inexistência de
Abertura de inquérito para apuração de falta grave de ameaça a superior hierárquico