Clique aqui para ir para a página inicial
 

Pular Links de Navegação
»
Home
Contato
Calculadoras
Consultoria
Conteúdo
Cotações
Perfil/Testes
Serviços
Parceiros
Mapa site
[HyperLink1]
Cadastrar
 
    
Você está em:   IGF Modelos de documentos Petição Civil e processo civil Impugnação à contestação em ação de busca e apreensão, na qual a autora afirma desconhecer a devolução do veículo financiado

Petição - Civil e processo civil - Impugnação à contestação em ação de busca e apreensão, na qual a autora afirma desconhecer a devolução do veículo financiado


 Total de: 15.244 modelos.

 
Impugnação à contestação em ação de busca e apreensão, na qual a autora afirma desconhecer a devolução do veículo financiado, alegando ainda a necessidade de preenchimento de termo quando da devolução.

 

EXMO. SR. DR. JUIZ DE DIREITO DA ..... VARA CÍVEL DA COMARCA DE ....., ESTADO DO .....

AUTOS Nº ......

....., pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob o n.º ....., com sede na Rua ....., n.º ....., Bairro ......, Cidade ....., Estado ....., CEP ....., representada neste ato por seu (sua) sócio(a) gerente Sr. (a). ....., brasileiro (a), (estado civil), profissional da área de ....., portador (a) do CIRG nº ..... e do CPF n.º ....., por intermédio de seu advogado (a) e bastante procurador (a) (procuração em anexo - doc. 01), com escritório profissional sito à Rua ....., nº ....., Bairro ....., Cidade ....., Estado ....., onde recebe notificações e intimações, vem mui respeitosamente à presença de Vossa Excelência, nos autos de ação de apreensão nº ...., em que contende com ....., espõlio de ......, representado por ......., brasileiro (a), (estado civil), profissional da área de ....., portador (a) do CIRG n.º ..... e do CPF n.º ....., residente e domiciliado (a) na Rua ....., n.º ....., Bairro ....., Cidade ....., Estado ....., apresentar

IMPUGNAÇÃO À CONTESTAÇÃO

pelos motivos de fato e de direito a seguir aduzidos.

DOS FATOS

Quanto à contestação apresentada pela representante do espólio do requerido, a mesma defende-se, alegando apenas que devolveu o veículo para os antigos procuradores da autora, em ..../..../...., juntando os seguintes documentos em fls. ..../....; uma declaração da representante do espólio referente à impossibilidade de efetuar os pagamentos das prestações do contrato em tela em face do falecimento do seu marido, a certidão de óbito do requerido e o comprovante da pensão que passou a receber do INSS.

Quanto ao documento de fls. ...., a autora desconhece tal declaração, informando ainda que, a devolução voluntária de veículos, possui termo próprio, conforme modelo que junta em anexo. A requerente salienta ainda que, para devolução voluntária de veículos, é necessário que o termo de devolução seja devidamente preenchido e assinado pela pessoa que financiou o contrato, reconhecendo firma da sua assinatura em cartório, além de ser imprescindível a entrega do DUT para que o veículo possa ser vendido ou transferido a terceiros. Deve o termo ainda, ser assinado pelo representante legal da autora, que detém poderes para tanto, a saber, seus gerentes e diretores.

A autora, informa ainda que, somente tomou conhecimento de que o veículo, estava depositado em seu poder, quando da sua apreensão, em ..../..../...., conforme fls. .... Portanto, foi através do cumprimento do mandado pelo Sr. Oficial de Justiça que o bem foi apreendido, e depositado nas mãos da requerente.

DO DIREITO

Ora, Excelência, se realmente o veículo tivesse sido devolvido voluntariamente para a autora, esta não daria prosseguimento ao presente feito, e a esta altura já teria vendido o bem em leilão, não precisaria aguardar da decisão deste MM. Juízo para tal procedimento. Como não foi isso o que ocorreu, o referido bem continua depositado em mãos da autora, aguardando a prolatação da r. sentença por esse MM. Juízo.

A autora reitera o que já foi acima exposto, para afirmar que desconhece qualquer devolução voluntária do veículo, desconhecendo igualmente o documento de fls. ...., reiterando ainda que, para devolução de veículos de forma voluntária, somente através de termo próprio, devidamente assinado pelas partes e com firma reconhecida do devedor, além da entrega do DUT para venda do bem em leilão. Não existe outra forma de devolução extrajudicial reconhecida pela autora.

Além do mais, o documento de fls. .... não contém qualquer protocolo da autora, nem tampouco de seus antigos procuradores, não merecendo qualquer validade, nem reconhecimento. Os demais documentos acostados aos autos pela representante do espólio, fls. ..../...., provam apenas o óbito do requerido, e o valor da pensão que sua esposa passou a receber do INSS após o seu falecimento. Além do mais, a própria representante o espólio confirma em sua defesa o débito do requerido, e a sua impossibilidade de cumprir com o contrato que havia por ele sido firmado.

DOS PEDIDOS

Em virtude de todas as razões apontadas, improcedem os pedidos apontados pelo requerido em sua defesa, reiterando a Autora pela procedência da presente ação.

Nesses Termos,
Pede Deferimento.

[Local], [dia] de [mês] de [ano].

[Assinatura do Advogado]
[Número de Inscrição na OAB]


Veja mais modelos de documentos de: Petição - Civil e processo civil
Contra-razões de apelação de ação de reparação de danos de acidente de trânsito
Desistência da ação em relação a uma das partes
Ação de execução de título executivo extrajudicial
Interposição de ação cautelar de arresto
Interposição de embargos de terceiro, sob alegação de falta de notificação da esposa acerca de de
Ação civil pública promovida em face de seguradora de saúde para obstar atividade de truste
Renúncia de advogado e juntada de substabelecimento
Contestação à consignatória alegando-se a falta de depósito total dos valores devidos e o correto
Pedido de divisão de terras particulares
Ação cautelar de atentado, ante a prática, pela parte contrária, de inovação ilegal no estado de
Ação monitória de entrega de bem móvel
Ação de anulação de doação feita por cônjuge adúltero