Clique aqui para ir para a página inicial
 

Pular Links de Navegação
»
Home
Contato
Calculadoras
Consultoria
Conteúdo
Cotações
Perfil/Testes
Serviços
Parceiros
Mapa site
[HyperLink1]
Cadastrar
 
    
Você está em:   IGF Modelos de documentos Petição Administrativo Impetração de mandado de segurança com pedido de liminar para liberação de veículo apreendido

Petição - Administrativo - Impetração de mandado de segurança com pedido de liminar para liberação de veículo apreendido


 Total de: 15.244 modelos.

 
Impetração de mandado de segurança com pedido de liminar para liberação de veículo apreendido, além de nulificação de qualquer multa lavrada.

 

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA ..... VARA CÍVEL DA COMARCA DE .... - ESTADO DO .....

....., brasileiro (a), (estado civil), profissional da área de ....., portador (a) do CIRG n.º ..... e do CPF n.º ....., residente e domiciliado (a) na Rua ....., n.º ....., Bairro ....., Cidade ....., Estado ....., por intermédio de seu (sua) advogado(a) e bastante procurador(a) (procuração em anexo - doc. 01), com escritório profissional sito à Rua ....., nº ....., Bairro ....., Cidade ....., Estado ....., onde recebe notificações e intimações, vem mui respeitosamente à presença de Vossa Excelência impetrar

MANDADO DE SEGURANÇA

em face de

em face de Ato do Comando da Polícia Militar - ....º BPM - na pessoa de seu comandante, pelos motivos de fato e de direito a seguir aduzidos.

DOS FATOS

O Autor, é legítimo proprietário do veículo marca ...., modelo ...., ano de fabricação ...., chassi nº ...., de placas ...., por aquisição junto a empresa ...., na conformidade dos documentos em anexo.

Ocorre Excelência que em data de .... de .... de ...., o Autor autorizou sob sua responsabilidade o uso do veículo pelo Sr. ...., conforme documentos de Habilitação e RG em anexo.

Por volta das .... horas, o Sr. .... estacionou o veículo citado, no nº ...., na empresa ...., com a finalidade de comprar algumas peças de veículos, conforme recibo de compra em anexo.

Posteriormente a chegada do Sr. .... no local informado, chegou também ao local policiais militares que fazem a ronda do trânsito na Cidade, e sem qualquer motivo iniciaram uma verdadeira "Vistoria" externa no veículo, chamando a atenção inclusive do Sr. ...., o qual é vendedor da empresa ...., que avisou o Sr. .... do que estava ocorrendo, ato contínuo o mesmo indagou aos policiais sobre o que estava ocorrendo, os quais informaram de imediato e sem qualquer outra informação de que "iriam rebocar o veículo para o batalhão".

Veja-se Excelência, que não foram apresentadas pelos policiais, qualquer irregularidade do veículo, ou de seu condutor, mesmo porque, o veículo encontrava-se parado, senão a de que o mesmo não tinha placas, o que já estava sanado pela presença do Despachante ...., o qual estava com as placas do veículo e as entregou aos policiais, intervindo também para que não fosse efetuada qualquer apreensão.

Mesmo com a intervenção de inúmeras pessoas que ali se encontraram, não foi possível que os policiais, em especial ao Sargento ...., que disse, por mais de uma vez, que ninguém iria lhe impedir de levar o veículo até o batalhão, como de verdadeiro ocorreu.

Mesmo com a intervenção do Advogado que esta subscreve, não foi possível amenizar o verdadeiro uso arbitrário do poder de policial, exercido pelo Sargento .... e também do Oficial de Dia do ....º BPM, os quais, ainda informaram, após a intervenção deste patrono, de que para eles não havia necessidade de qualquer ordem judicial para a remoção dos veículos.

Destarte, num ato de intensa Coação, verdadeira barbarie, que nos lembra os idos de 64, onde o Estado de Direito ficou subjugado pelo poder das fardas e não da Justiça, os policiais rebocaram e levaram sob sua guarda, o veículo citado, de forma a trazer ao Autor além da inconveniência do desacato, prejuízos que haverão de ser ressarcidos.

Não foi lavrado o Auto de Apreensão, não forneceram Recibo de que o veículo foi apreendido, não foi aplicada Multa de irregularidade do veículo, e também não foi apresentda Ordem Judicial para remoção.

DO DIREITO

Previsto nas constituições anteriores, a partir de 1946, o mandado de segurança está previsto no art. 5º, LXIX, do atual Texto Magno, o qual recepcionou a Lei nº 1.533, de 31.12.51.

Prevê este diploma normativo a concessão do mandamus para o escopo de:

"proteger direito líquido e certo, não amparado por 'habeas corpus', sempre que, ilegalmente ou com abuso de poder, alguém sofrer violação ou houver justo receio de sofrê-la por parte de autoridade, seja de que categoria for e sejam quais forem as funções que exerçam." (Art. 1º).

No caso em tela, por todos os argumentos expostos, além da inexistência de qualquer Ordem Judicial para a apreensão do veículo já citado, e da arbitrariedade dos policiais envolvidos no caso, fácil é de concluir-se que o Impetrante sofreu violação a direito líquido e certo seu, qual seja o de transitar livremente na conformidade do que estatui o Art. 5º da Constituição Federal, sendo constrangido, pelo aparato policial e administrativo, cujo chefe e comandante maior é a digna autoridade impetrada.

Desta feita, tendo em vista a configuração do ilícito praticado pelos policiais militares, mister, impedir-se que a digna autoridade impetrada continue com a coação já imposta, por mais tempo - o que só será possível mediante a concessão da liminar inaudita altera partes.

DOS PEDIDOS

Ex Positis, requer-se o seguinte:

a) deferimento de liminar, inaudita altera pars, que determine a Liberação Imediata do veículo apreendido injustamente;
b) a declaração da Nulidade de qualquer Infração ou Multa que por ventura os policiais tenham injustamente atribuído ao veículo ora em litígio;
c) julgamento de procedência do pedido, para o fim de determinar à digna autoridade coatora que definitivamente tenha o veículo como Liberado de sua apreensão;
d) notificação da autoridade coatora ....º BPM na pessoa de seu Comandante, para que preste as informações que entender cabíveis, no prazo legal.
e) sucessivamente, a intimação do Ilustre representante do Ministério Público para que venha compor a lide;
f) por último requer a juntada do Certificado de Registro de Veículo, no nome do Impetrante, no prazo de 10 (dez) dias, na forma da Lei.

Dá-se à causa o valor de R$ ......

Nesses Termos
Pede Deferimento.

[Local], [dia] de [mês] de [ano].

[Assinatura do Advogado]
[Número de Inscrição na OAB]


Veja mais modelos de documentos de: Petição - Administrativo
Defesa administrativa para anular auto de infração de trânsito
Apelação para fins de redução de indenização em servidão administrativa de passagem
Pedido de revogação de liminar concedida para imissão de posse de imóvel desapropriado, em face d
Contestação à ação de servidão administrativa de passagem, sob alegação de indenização muito baix
Impugnação à contestação, onde se alega descumprimento em contratação por licitação
Recurso extraordinário interposto de decisão em recurso especial
Contestação à ação de desapropriação por utilidade pública, impugnando-se o valor depositado a tí
Recurso administrativo de candidato aprovado em concurso público
Ação referente à constituição de servidão administrativa
Ação de constituição de servidão administrativa de passagem, com pedido de imissão de posse
Medida cautelar de sustação de protesto - Duplicata simulada
Defesa prévia, por ocasião de auto de infração de trânsito