Clique aqui para ir para a página inicial
 

Pular Links de Navegação
»
Home
Contato
Calculadoras
Consultoria
Conteúdo
Cotações
Perfil/Testes
Serviços
Parceiros
Mapa site
[HyperLink1]
Cadastrar
 
    
Assuntos

Total de artigos: 11132
    

 

 

Carreira / Emprego - Líder, saiba os cinco comportamentos que você NÃO deve ter 

Data: 08/03/2011

 
 

Ser comunicativo, ter um ótimo relacionamento interpessoal, saber ouvir, ser agente de motivação e uma inspiração para os seus colaboradores. O perfil do líder ideal já é conhecido. O que pouca gente sabe é o que um gestor não deve ser.

Para chegar a essa resposta, o especialista em liderança, desenvolvimento humano e performance organizacional , Alexandre Prates, ouviu 50 profissionais, entre empresários, líderes, executivos e especialistas de mercado, em 15 estados brasileiros, para detectar os cinco comportamentos que um líder não pode ter.

“Apesar de não ser muito agradável, o tema desse estudo é fundamental para a análise crítica da liderança nas empresas e também para uma autoavaliação dos comportamentos de cada um como líder”, disse Prates, por meio de nota.

O estudo identificou as seguintes características que um gestor não deve ter: morosidade, dificuldade de construir relacionamentos, falta de comprometimento com resultados, pensar pequeno e arrogância. Cada uma delas pode colocar em risco a boa gestão e a carreira do líder.

Intolerável
Para Prates, ser lento em um mercado que está cada vez mais dinâmico é intolerável. “A morosidade está ligada à falta de preparo cultural do líder”, disse. “E, quando digo cultura, refiro-me à capacidade de buscar novas informações. Quanto mais informações eu possuo, maior é a minha capacidade de tomada de decisão”, disse.

O especialista ressalta que cabe ao líder agir na velocidade necessária para direcionar a organização rumo às mudanças.

Outro aspecto importante para se construir uma liderança inspiradora é a facilidade do gestor de construir relacionamentos. A ausência desse ponto é intolerável, pois os líderes são os responsáveis pelo ambiente, nos quais as pessoas se sintam bem para produzir mais.

Se o ambiente está pesado e, para muitos profissionais, até insuportável, grande parte desse peso é de responsabilidade do gestor. “Ambientes saudáveis são propícios para a construção de relacionamentos saudáveis. E, quando você tem um ambiente no qual as pessoas queiram estar, provavelmente é lá que elas se sentirão motivadas a permanecer e prosperar”, ressalta Prates.

Se além de deixar o ambiente desagradável, o líder ainda for daqueles que “pensam pequeno”, pior, na avaliação do especialista. Para Prates, as empresas querem gestores que ousem. “Um líder com desejo de ir além constrói equipes que lutam por um propósito. Pensar grande é focar no presente, com o olhar para um propósito maior”.

A falta de comprometimento com resultados é outro ponto intolerável, segundo constatou o especialista. “O líder contemporâneo precisa pensar em resultados, seja na sua atuação no campo ou na liderança de sua equipe”, disse Prates. “O mundo corporativo sempre terá espaço para quem quiser realizar e fazer acontecer. Naturalmente, descartará a passividade e o conformismo”.

O primeiro passo para a queda
Todas as características acima são pontos que podem destruir a gestão de qualquer líder. Contudo, podem ser eliminadas com treinamento e foco. Mas existe mais um comportamento que pode dar fim à carreira de qualquer líder e que não é tão simples de se eliminar, a arrogância.

“É insuportável conviver com pessoas arrogantes em qualquer cenário da vida, principalmente no mundo corporativo. A arrogância destrói a capacidade de aprendizagem do ser humano, pois cria barreiras muitas vezes intransponíveis, geradas pela crença de que tudo sei”, afirma Prates.



 
Referência: InfoMoney
Autor: Camila F. de Mendonça
Aprenda mais !!!
Abaixo colocamos mais algumas dicas :

Assunto:Perguntas:
Negócios / EmpreendedorismoComo funcionam as idéias de negócios
Impostos / TributosImposto de renda: existe um limite para retificações?
LeisNovo Código Civil ? Lei nº 10.406 de 10/1/2002 (Parte Especial) »»» Livro I - Do Direito Das Obrigações »»» Título VI - Das Várias Espécies de Contrato (III)
Defenda-seGuarda, tutela e adoção
Finanças pessoaisPlanejamento financeiro: não desanime com os obstáculos no caminho
Carreira / EmpregoJovem: saiba se é melhor começar em uma empresa pequena ou grande
Ações / Bolsa de ValoresSimuladores de mercado de ações: aprendizado sem correr riscos
Ações / Bolsa de ValoresConfira 10 dicas para lucrar no mercado acionário
SegurosSeguro residencial
Carreira / EmpregoComo recuperar energia durante a hora do almoço?