Clique aqui para ir para a página inicial
 

Pular Links de Navegação
»
Home
Contato
Calculadoras
Consultoria
Conteúdo
Cotações
Perfil/Testes
Serviços
Parceiros
Mapa site
[HyperLink1]
Cadastrar
 
    
Assuntos

Total de artigos: 11132
    

 

 

Finanças pessoais - Planejamento de suas finanças 

Data: 30/05/2007

 
 

Enquetes sobre o grau de satisfação com o DINHEIRO mostram insatisfação generalizada.
Uns por não ganharem o suficiente, outros por medo de perder o que tem ou não conseguir viver como gostariam.

Dentre as causas das dificuldades em lidar com DINHEIRO destacam-se dois problemas:

1- Dar mais valor ao dinheiro do que à vida pessoal

2- Falta de informação

Quanto ao primeiro, apenas uma recomendação:
Priorize seus relacionamentos, faça do dinheiro um meio e não um fim.

Quanto ao segundo, vamos falar daqui por diante.

As pessoas tratam de suas finanças "procurando gastar menos do que ganham" . Este é apenas um dos aspectos do planejamento financeiro, é necessário, também, estabelecer objetivos a serem atingidos, para que se saiba onde se quer chegar e quando.

Nossa vida tem várias fases, cada uma delas apresenta seus desafios. Por exemplo: Até os 30 anos estamos iniciando a carreira, constituindo família, dos 30 aos 45 estamos educando os filhos construindo o patrimônio, a partir dos 45 é a fase da consolidação da família e acumulação de patrimônio visando a aposentadoria.

Através do planejamento é possível identificar as oportunidades e dificuldades de cada fase, e definir, antecipadamente, estratégias para enfrentar cada situação.

O fundamental: ORÇAMENTO FAMILIAR

O orçamento familiar não é apenas "Anotar as despesas realizadas". Orçamento envolve planejar os gastos, definir as necessidades, eleger as prioridades. O orçamento irá ajuda-nos a entender os hábitos de consumo e identificar como atingir as metas.

A elaboração do orçamento doméstico não é uma tarefa fácil, porém, é necessária para quem tem planos para o seu futuro e o de sua família.
Estabelecer objetivos comuns e conversar francamente sobre as finanças com a família é o caminho para que cada um esteja comprometido e faça sua parte.
É a forma de garantir a estabilidade das finanças, no presente e no futuro.

Como fazer:

  1. Primeiro passo do orçamento é identificar para onde está indo o dinheiro: discrimine as despesas fixas: luz, gás, água, telefone, aluguel, condomínio, transporte, educação, assistência médica, alimentação, e outras. Considere, também, despesas eventuais, como: remédios, consertos em geral, cabeleireiro, oficina mecânica, lazer, vícios, prestações, taxas, impostos, outras.
  2. Com esse levantamento feito, faça a estimativa para os próximos 12 meses, considerando as despesas sazonais como volta às aulas, IPVA, licenciamento, datas comemorativas (Dia dos Pais, das Mães, dos Namorados, da Criança, Natal, Páscoa etc.), férias com a família. Elas podem representar um gasto substancial em seu orçamento.
  3. Discrimine as receitas: salário, rendas, etc. utilize o valor líquido recebido.
  4. Analise cada item de despesa, identifique oportunidades de redução, estabeleça prioridades, determine metas para cada membro da família.
  5. Faça o balanceamento entre as receitas e as despesas mensais: receitas (-) despesas.
  6. Revise as metas até chegar a sobras condizentes com seus planos para o futuro.

O gerenciamento adequado das finanças é o diferencial entre sonhadores e realizadores.

O planejamento financeiro pode fazer mais por suas finanças do que 30 anos de trabalho



 
Referência: Financenter.com.br
Aprenda mais !!!
Abaixo colocamos mais algumas dicas :