Clique aqui para ir para a página inicial
 

Pular Links de Navegação
»
Home
Contato
Calculadoras
Consultoria
Conteúdo
Cotações
Perfil/Testes
Serviços
Parceiros
Mapa site
[HyperLink1]
Cadastrar
 
    
Assuntos

Total de artigos: 11132
    

 

 

Finanças pessoais - Você gasta bem o seu dinheiro? 

Data: 12/09/2007

 
 

Ter um orçamento equilibrado implica em saber como gastar o dinheiro, o que vai muito além de escolher o menor preço. Saber como lidar com sua receita pode ser a saída para os "superendividados" ou para quem vive "apertado".

Para um bom começo, faça três perguntas básicas antes de gastar: você precisa do que vai comprar? Você realmente quer? E a mais realista: você pode gastar dinheiro com aquilo? Somente respostas positivas às três perguntas apontam que o gasto deve ser feito.

Quando o valor é muito alto, deve-se levar em consideração outros pontos: o produto ou serviço a ser adquirido irá mudar sua vida para melhor? Depois disso, analise se a compra não pode ser adiada.

Prefira investimento
Com a expectativa de vida cada vez maior, é preciso planejar como viverá quando parar de trabalhar. Por isso, prefira sempre o investimento ao consumo, o qual poderá fazer seu dinheiro render.

Mas o consumo também pode se transformar em investimento. Um exemplo claro é de uma pessoa que assumiu uma posição de corretor de imóveis no mercado de trabalho. Se ele compra um carro, é mais um investimento para que possa realizar as atividades diárias.

O mesmo acontece quando compra um computador para o filho. Desta maneira, se o uso for de maneira racional, você estará investimento na educação dele.

Contrate seguro
Seu dinheiro está sendo bem gasto se parte dele é dirigido para a sua segurança: para garantir que você não ficará na mão no caso do roubo do carro, do assalto ao seu comércio ou quando precisar de um médico. É preciso se preparar para tudo.

Por isso, contrate um seguro. Ele permite reduzir gastos extras, como as eventualidades citadas acima, e garante apoio financeiro em situações de dificuldades.

Crédito consciente
Nada mais do que uma forma de garantir que os sonhos sejam realizados, o crédito deve ser tomado com consciência, para que os juros não façam com que o preço do serviço ou produto a ser adquirido, com o tempo, se torne muito maior do que o preço à vista.

Analise as taxas e condições de pagamento. Caso não concorde, prefira juntar uma quantia e comprar à vista. Não comprometa grande parte do orçamento com o crédito, especialistas destacam que apenas 10% da renda deve ser destinado para este fim.

Poupe
De acordo com a diretora-presidente da Gradual Corretora, Fernanda de Lima, as pessoas devem planejar uma poupança, ou reserva de dinheiro para imprevistos. "Estabeleça como meta poupar pelo menos 5% da sua renda líquida mensal", disse em conversa com membros do clube de investimentos Gradual Mulher, e frisou, ainda, que a reserva de emergência ideal é equivalente a seis vezes o valor das despesas mensais.

Ela ainda disse que somente depois de guardada esta quantia é que a pessoa poderá pensar em gastar o dinheiro, já que estará mais segura financeiramente.



 
Referência: Administradores.com.br
Autor: Uol
Aprenda mais !!!
Abaixo colocamos mais algumas dicas :

Assunto:Perguntas:
Dívidas / Endividado ?Dívidas decorrentes de conta conjunta
UtilidadesSaúde mental: Endereços de Emergências Psiquiátricas em SP
FilhosMaturidade financeira: como preparar seus filhos para atingi-la no futuro?
Carreira / EmpregoDesperdício de tempo na equipe: cabe ao líder tentar controlá-lo!
Carreira / EmpregoTem mais de um líder? Veja como lidar com eles, sem perder o controle!
Economizar / PouparDez razões para você controlar seus gastos
Carreira / EmpregoComo treinar e liderar através de dinâmicas e jogos
Empréstimo / FinanciamentoConsignado: o que acontece quando a empresa atrasa o salário dos funcionários?
Investimentos / FundosNTN-C: Quer proteger seu dinheiro da inflação? Conheça a NTN-C, título atrelado ao IGP-M
Empréstimo / FinanciamentoCooperativa de Crédito