Clique aqui para ir para a página inicial
 

Pular Links de Navegação
»
Home
Contato
Calculadoras
Consultoria
Conteúdo
Cotações
Perfil/Testes
Serviços
Parceiros
Mapa site
[HyperLink1]
Cadastrar
 
    
Assuntos

Total de artigos: 11132
    

 

 

Carreira / Emprego - A arte de aprender com o erro 

Data: 30/05/2007

 
 

Errar é um processo para quem acredita que uma boa colheita se dá através da experiência e que ninguém adquire experiência se não cometer um erro, mesmo que seja mínimo, mas que servirá como um guia para alcançar o objetivo.

As pessoas não gostam de admitir que erraram ou que erram, por isso, continuam persistindo e nada conseguem colher, algo que parece ser assustador, mas se encararmos de maneira positiva, pode ser um grande aliado para o aprendizado.

Administrando o erro

Podemos aprender muitas lições através dessa sombra tenebrosa que o erro parece ser. Muitas pessoas que hoje fazem parte da nossa história aprenderam com os seus próprios erros, que muitas vezes foram transformados em oportunidades e ganhos inesperados. Temos muitos exemplos que hoje são casos de sucesso.

A 3M deixa como herança, para quem quer aprender com o erro, o exemplo de uma jovem assistente de laboratório que, no ano de 1953, acidentalmente descobriu um produto fluorquímico ao deixar cair algumas gotas de um composto experimental sobre o seu tênis. Na tentativa de limpá-los, percebeu que os efeitos do sabão, álcool e outros solventes não surtiam. Dois anos depois, surgia no mercado o primeiro protetor ScotchgardMR com base no alto poder de repelir até mesmo outras substâncias.

Aceitar o erro é simples e se faz com naturalidade, basta ser humilde e lembrar que os mais sábios erram. Conta-se que, certa vez, Thomas Edson, o inventor da lâmpada, foi convidado por seu patrocinador a interromper suas experiências, mas respondeu que já conhecia muitas maneiras de como não fazer uma lâmpada e que estava mais próximo do seu invento do que antes. No entanto, acreditava que errar era a possibilidade de acertar na próxima tentativa. E por que não podemos errar?

Como evitar o erro?

Errar é a melhor maneira de evitar o erro e aprender a fazer a coisa certa. Na verdade, muito do que sabemos não é ensinado por ninguém. Aprendemos com a nossa própria experiência que nada mais é que um processo natural de aprendizagem na vida do ser humano. Através da observação dos erros que comete, o indivíduo fica mais atento e evita um segundo erro, chegando cada vez mais próximo do seu objetivo. É como aprender a caminhar.

Jean Piaget (1896 -1980), psicólogo e filosofo suíço, pioneiro no campo da inteligência infantil, ensina que ao observarmos atentamente como se desenvolve o conhecimento nas crianças seremos capazes de compreender melhor a natureza do conhecimento humano. Cada ser humano constrói o seu conhecimento e isso se faz ao longo do processo de desenvolvimento e o erro é um componente poderoso. Para esse grande gênio, as crianças estão constantemente testando as suas próprias teorias, em relação ao mundo, razão pela qual as respostas que esse dá a cada uma de suas ações é de extrema importância.

Por ter suas teorias particulares no que diz respeito ao mundo e, ao testar alguma delas, a criança censurada sem receber a devida explicação não será capaz de entender por que sua teoria é considerada um erro. Quando um fato como esse acontece, ela passa a ter medo de testar novas experiências. Como conseqüência, terá o bloqueio da criatividade e a perda da motivação. A criança passa a ter medo de errar, internaliza esse sentimento e o levará para o resto de sua vida.

E quando gente grande erra?

Muitas vezes, os erros são severamente punidos dentro das organizações, e o pior é que essas pessoas, em um ato impensado, "matam" a criatividade de um colaborador que pode fazer a diferença, em vez de abrir espaço para um diálogo e discutir o que pode ser transformado em um processo de aprendizagem e na busca do resultado, para criar um atalho para evitar o erro.

A sociedade possui um péssimo vício de condenar os erros; tolerar, jamais. Devemos mudar as nossas maneiras de pensar a partir de que errando é que se aprende, assim se torna interessante lutar contra as nossas próprias limitações e que também podemos aprender com o erro de outras pessoas.

A perseverança, a vontade de ver e fazer acontecer, a curiosidade, a humildade, a necessidade, a esperteza, a sabedoria, inovar (fazer diferente o que já foi feito), acreditar e perceber o que e no que errou servirão como instrumentos para evitar um futuro erro. Não existe idade para errar ou aprender, a evolução faz parte da espécie humana, mesmo que o erro tenha nos trazido conseqüências dolorosas (erramos também nas atitudes, nas escolhas, etc.). Mas o conhecimento adquirido ao corrigir o erro ou aceitá-lo como condição servirá como combustível (elemento essencial) para o motor da aprendizagem (conhecimento). Não há nada mais estimulante do que aprender com o erro, pois se adquire todo um processo na procura de soluções e respostas, o que nada vale quando trazida por outra pessoa. Devemos viver a nossa própria experiência.



 
Referência: RhPortal
Autor: Júlia Telles 
Aprenda mais !!!
Abaixo colocamos mais algumas dicas :

Assunto:Perguntas:
Carreira / EmpregoBoa oportunidade para carreira, programa de trainee exige inglês de candidatos
Finanças pessoaisExagerando nas compras? Veja dez dicas para evitar gastos por impulso
ImóveisCondominio: Olho no contrato - Cuidados ao assinar ou renovar prestação de serviços
Entrevista de empregoPrimeiros 15 minutos na entrevista de emprego são definitivos, diz estudo
Carreira / EmpregoDe 0 a 10, qual a qualidade do serviço prestado por você?
Finanças pessoaisPreço ainda é quesito mais importante na hora da compra
SegurosQue tipo de cliente você é?
Carreira / EmpregoVocê está preparado para mudanças na carreira?
UtilidadesHospitais Estaduais e Federais
ImóveisQuais são as principais irregularidades cometidas na venda de imóveis em construção ou na planta?