Clique aqui para ir para a página inicial
 

Pular Links de Navegação
»
Home
Contato
Calculadoras
Consultoria
Conteúdo
Cotações
Perfil/Testes
Serviços
Parceiros
Mapa site
[HyperLink1]
Cadastrar
 
    
Assuntos

Total de artigos: 11132
    

 

 

Carreira / Emprego - O que fazer contra o Assédio Moral no ambiente corporativo? 

Data: 09/10/2009

 
 
Alguns funcionários reclamam das condutas abusivas e insultos dos seus chefes e colegas de trabalho. Saiba como lidar com essa situação

Expor ou constranger um funcionário ao ridículo, zombar de alguma característica da pessoa, isolar um funcionário do grupo, não repassar trabalho algum a ele, exigir tarefas que não tenham a ver com sua função - são alguns tipos de assédio moral. Esse tipo de assédio existe quando as pessoas são ridicularizadas no trabalho ou sofrem constrangimento e humilhações diante dos outros colegas.

A questão é bastante complicada e um gerador de problemas, contribuindo com um péssimo indicador da imagem empresarial, que pode se transformar, dependendo da gravidade da situação, em caso de polícia. Até os apelidos que alguns colegas de trabalho colocam nos outros podem, também, ser considerados formas de assédio moral.

Marlene Ortega, psicóloga e diretora da Universo Qualidade, afirma que a característica do assédio moral mais comum, mas não a única, refere-se ao abuso de poder de um chefe em relação a um subordinado. “Quando o gerente, por exemplo, usa seu poder para menosprezar um membro da equipe através de palavras inadequadas, ofensivas, em ambientes públicos ou privados” destaca a psicóloga.

Ela orienta que nesses casos, a pessoa que sentir-se ferida, ou desrespeitada como ser humano, deve procurar o departamento de RH da empresa para apoiá-lo na solução do problema. “O assédio moral prejudica os envolvidos e aqueles que estão em volta, uma vez que torna pesado o clima no ambiente de trabalho e constrange a participação das pessoas. O colaborador pode até sofrer penalidades por ter revelado um problema corporativo difícil de resolver. Ninguém quer ter um caso desses para solucionar. No caso do líder envolvido, além de penalidades da empresa, pode também ter sua carreira seriamente prejudicada”, ressalta a psicóloga.

Hoje em dia, ainda está em elaboração a legislação sobre assédio moral no Brasil, mas alguns municípios já aprovaram projetos de lei contra a prática, que prevê multa, advertência e até demissão dos assediadores. Ainda assim, as vítimas podem entrar na Justiça com base no dano moral trabalhista ou no direito ao ambiente de trabalho saudável, garantidos na Constituição Federal.

Combater o assédio moral no ambiente corporativo deve ser incentivado, pois, além de ético, não se deve compactuar com a impunidade e o desrespeito contra as pessoas.



 
Referência: Administradores.com.br
Autor: Fábio Bandeira de Mello
Aprenda mais !!!
Abaixo colocamos mais algumas dicas :

Assunto:Perguntas:
AposentadoriaPrevidencia Social no Brasil
Defenda-seConstituição Federal - Dúvidas freqüentes : » Qual a principal garantia que a Constituição "oferece" aos contribuintes com relação a tributos? (art. 145 e seguintes)
Ações / Bolsa de ValoresQuanto custa aplicar em ações?
Investimentos / FundosComo analisar a performance de um fundo?
UtilidadesPáginas interessantes ao mutuário
Carreira / EmpregoComo agir ao receber um telefonema de emprego
Carreira / EmpregoRevolução: empresas se empenham mais para contratar e reter talentos
Dívidas / Endividado ?Saiba quais os bens não podem ser penhorados para pagar dívidas
Dívidas / Endividado ?Como negociar suas dívidas
Carreira / EmpregoMais que talentos, empresas agora querem profissionais "top talent", diz consultora