Clique aqui para ir para a página inicial
 

Pular Links de Navegação
»
Home
Contato
Calculadoras
Consultoria
Conteúdo
Cotações
Perfil/Testes
Serviços
Parceiros
Mapa site
[HyperLink1]
Cadastrar
 
    
Assuntos

Total de artigos: 11132
    

 

 

Aposentadoria - A aposentadoria chegou. É hora de mudar 

Data: 03/11/2009

 
 

Desfazer-se da rotina do ambiente organizacional, bem como das atividades laborais, com a chegada da aposentadoria, pode ser motivo de alegria para muitos trabalhadores, uma vez que após vários anos de trabalho terão a oportunidade de desfrutar das vantagens do tão desejado benefício. No entanto, para outros, o fim da carreira profissional pode ser considerado como um período difícil, tendo em vista a mudança de hábitos diante da nova realidade, que para alguns pode significar uma vida de ociosidade.

Para que os funcionários aproveitem bem cada momento até deixarem o mercado, é de fundamental importância que as empresas invistam em ações destinadas à responsabilidade social, valorizando, assim, o seu maior capital: os colaboradores. Dessa forma, a Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo (ISCMSP) instituiu o Projeto de Aposentadoria Humanizada, que visa conscientizar os profissionais sobre as vantagens da aposentadoria, os procedimentos possíveis para alcançar o equilíbrio emocional nessa fase, além de fornecer orientações de como elaborar um projeto de vida pós-aposentadoria.

A Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo é uma instituição filantrópica - sem fins lucrativos - que atende cerca de cinco mil pacientes por dia. Composta por 18 unidades, a mais antiga instituição hospitalar em funcionamento na cidade de São Paulo, foi fundada há mais de quatro séculos e conta atualmente com mais de 11 mil funcionários. Vale ressaltar que o estabelecimento é o primeiro neste segmento a desenvolver um projeto de aposentadoria.

De acordo com o diretor de Recursos Humanos da ISCMSP, Dr. José da Silva Passos, a instituição entende que o período da aposentadoria trata-se de um momento difícil da vida dos profissionais. "Acreditamos que o preparo dos colaboradores para a aposentadoria deve ser iniciado ainda no momento da atividade profissional, uma vez que se preparar para esta etapa significa entrar em contato direto com profundas angústias existenciais sobre o ser, o viver e o trabalhar para viver, e não viver para trabalhar", argumenta.

Segundo Dr. Passos, é preciso desenvolver no colaborador em processo de aposentadoria, condições de discernimento para que ele mesmo planeje e projete a sua saída de forma responsável e saudável. "É necessário levá-lo a um questionamento sobre suas verdades essenciais e, assim, a uma maior liberdade de ação e escolha no traçado de seu destino", explica.

Mãos à obra - Com a necessidade de conscientizar os pré-aposentados a participarem do projeto, vencendo a resistência natural sobre a aposentadoria, a Gerência de Desenvolvimento Pessoal, em conjunto com o Comitê Multidisciplinar - composto pelas áreas de Enfermagem, Fisioterapia, Serviço Social, Psicologia, Geriatria, RH / Administração de Pessoal -, iniciaram as reuniões de elaboração das ações em outubro do ano passado, realizando estudos e entrevistas com as chefias, a fim de conhecer melhor o público-alvo. A partir do levantamento, os encontros com os profissionais começaram a ser executados no mês de maio de 2009.

Na prática, o Projeto de Aposentadoria Humanizada é realizado através de encontros mensais com os profissionais em fase de pré-aposentadoria, ou seja, funcionários que estão há pelo menos dois anos de se aposentar. Por ter iniciado neste ano, o projeto conta atualmente com a participação de 20 colaboradores, que aprendem um pouco mais sobre temas como Conceito de aposentadoria; Benefícios da maturidade: envelhecimento saudável; Expectativas sobre esse novo momento de vida; Aposentadoria: tire suas dúvidas; Saúde financeira: planejando seu futuro, entre outros.

O convite - Na implantação do programa, o diretor de Recursos Humanos da ISCMSP conta que, no início do projeto, foi realizado um trabalho de conscientização pela equipe de treinamento, junto às chefias responsáveis pelos pré-aposentados, além de entregar pessoalmente, um convite personalizado. "Neste primeiro ano de projeto, optou-se por uma forma de divulgação mais individualizada, onde cada profissional recebeu em mãos seu convite. Folders foram entregues no setor de Administração de Pessoal, quando procurados para esclarecer dúvidas sobre aposentadoria", relembra Dr. Passos, ao informar que o projeto também é divulgado através do Jornal de Recursos Humanos e Murais internos da instituição. Vale destacar que, atualmente, os profissionais recebem os convites em suas residências, via correio.

Investimento que vale à pena - Após a execução do Projeto de Aposentadoria Humanizada, a instituição e os trabalhadores que dele participam só vêem os benefícios. "Acreditamos que através deste projeto, estamos obtendo uma maior valorização dos profissionais em processo de aposentadoria e um crescimento do índice de satisfação dos nossos colaboradores. Além disso o aumento do compromisso dos funcionários aos projetos de melhoria contínua. Os profissionais adquirem uma nova visão e perspectivas sobre esse novo momento de vida, que para muitos torna-se angustiante", avalia Dr. Passos, ao relembrar que a receptividade dos profissionais foi bastante positiva, do qual se pôde observar que depois de alguns encontros, o grupo estava cada vez mais integrado e participativo.

Para Maria da Glória Santos do Nascimento, assistente social do Ambulatório Médico de Especialidades Dr. Geraldo Bourroul - uma das unidades do ISCMSP -, o primeiro benefício do projeto é o conhecimento que ele proporciona, além de ser um espaço lúdico e terapêutico. "Neste espaço, continuo aprendendo muito. Participar dele é um privilégio. Privilégio do cumprimento de uma das jornadas dentre tantas as que temos no decorrer do nosso viver. É tempo de desenhar o sonho da próxima jornada", comenta.

Já a assistente social Maria José Paula Santos Cardili, funcionária do ISCMSP, revela a sua experiência com o Projeto de Aposentadoria Humanizada. "Após mais de trinta anos prestando serviço nesta entidade, fui surpreendida com um convite para participar de reuniões do Projeto de Aposentadoria Humanizada. De imediato senti o impacto de um desligamento, mas a minha surpresa foi agradável, com reuniões esclarecedoras sobre assuntos importantes, como qualidade de vida, e muitos outros, vindo de encontro com a preparação que eu vinha cultivando há algum tempo. Conheci colegas de serviço, que também há muito trabalham, mas nunca os tinha encontrado, devido a horários e setores diferentes. Está valendo muito estas reuniões, pois a expectativa do grupo acrescentou surpresas e diminuiu a ansiedade de cada um, que aguarda o momento exato para o desfrute da aposentadoria", confessa a colaboradora.



 
Referência: RH.com.br
Autor: Élida Bezerra
Aprenda mais !!!
Abaixo colocamos mais algumas dicas :

Assunto:Perguntas:
Modelos de documentosProcuração para Defesa em Processo de busca e apreensão procedida pela Polícia
MotivaçãoPara motivar, enfie um prego
Negócios / EmpreendedorismoPequenas e médias empresas têm chance de se capitalizar com a Bolsa
ConsumidorCombate à pirataria: Decreto dá mais segurança aos consumidores
AposentadoriaPara se aposentar bem, é preciso investir em ações, diz especialista
Carreira / EmpregoProblemas interpessoais ajudam no desenvolvimento de competências
Negócios / EmpreendedorismoQuer cobrar quanto?
Plano de NegóciosO segredo do sucesso do empreendedor. Mito ou Realidade?
Negócios / EmpreendedorismoNão comece um negócio sem responder a estas perguntas
AposentadoriaExpectativa de vida ajuda a definir renda necessária após aposentadoria