Clique aqui para ir para a página inicial
 

Pular Links de Navegação
»
Home
Contato
Calculadoras
Consultoria
Conteúdo
Cotações
Perfil/Testes
Serviços
Parceiros
Mapa site
[HyperLink1]
Cadastrar
 
    
Assuntos

Total de artigos: 11132
    

 

 

Ações / Bolsa de Valores - Definição e O que é Bolsa de valores? 

Data: 30/05/2007

 
 
Bovespa é a sigla para Bolsa de Valores de São Paulo, que representa o maior mercado de negociação de ações da América Latina.

O que é: É  o local onde se compram e se vendem as ações de companhias. A Bolsa constitui uma associação civil sem fins lucrativos, com autonomia administrativa, financeira e patrimonial.

A Bolsa de Valores é uma associação sem fins lucrativos cujo objetivo é promover todas as condições necessárias para o funcionamento do mercado de ações. É na Bolsa de Valores que os investidores compram ou vendem suas ações, sempre por meio de uma corretora de valores.

As Bolsas de Valores são responsáveis por manter local ou sistema de negociação eletrônico adequados à realização de transações de compra e venda de títulos e valores mobiliários. O patrimônio da Bolsa é representado por títulos que pertencem às sociedades corretoras membros.

Para o bom funcionamento do mercado, a Bolsa deve preservar elevados padrões éticos de negociação e divulgar as operações executadas com rapidez, amplitude e detalhes.

Na Bolsa de Valores de São Paulo a maior parte das negociações é feita pelo sistema Mega Bolsa, que engloba o Pregão Viva Voz e os terminais remotos, permitindo o registro de operações em um ambiente tecnologicamente avançado.

Pelos terminais eletrônicos do Mega Bolsa, as corretoras podem enviar suas ordens de compra ou venda diretamente de seus escritórios, de qualquer parte do território nacional ou mesmo do mundo.

O sistema reproduz na tela o ambiente de negócios, exibindo os registros das ofertas de compra e venda das ações negociadas e propiciando o fechamento automático das operações.

Definição

As Bolsas de valores são associações civis, sem fins lucrativos. Seu patrimônio é representado por títulos que pertencem às sociedades corretoras membros. Possuem autonomia financeira, patrimonial e administrativa, mas estão sujeitas à supervisão da Comissão de Valores Mobiliários – CVM.

Seus objetivos e atividades, entre outras, são:

1. manter local adequado à realização, entre corretores, de transações de compra e venda de títulos e valores mobiliários, em mercado livre, organizado e fiscalizado pelos próprios membros, pela autoridade monetária e pela CVM;

2. estabelecer sistema de negociação que propicie e assegure a continuidade das cotações e a plena liquidez do mercado;

3. dar ampla e rápida divulgação às operações efetuadas em seu pregão;

4. assegurar aos investidores completa garantia pelos títulos e valores negociados;

É importante que você saiba que as bolsas de valores mantêm um fundo de garantia com a finalidade exclusiva de assegurar o ressarcimento de prejuízos ocorridos aos clientes de sociedades corretoras, em função de má execução de ordem, falha operacional na liquidação de operações e na administração da custódia, entre outros.



 
Referência: Como Investir
Aprenda mais !!!
Abaixo colocamos mais algumas dicas :

Assunto:Perguntas:
Carreira / EmpregoConsultor mostra quatro formas de homens e mulheres se relacionarem
Carreira / EmpregoQuais são os desafios que tiram o sono dos profissionais de RH?
Finanças pessoais"Teste de estresse": você está financeiramente preparado para enfrentar uma crise?
Defenda-seFraudes: Cartilha de Segurança Digital: Introdução e Finalidades e Exemplos dos Ataques
SegurançaMotos: confira dicas para fazer uma viagem mais segura
Carreira / EmpregoProgramados para o apego
Empréstimo / FinanciamentoFinanciamento de carro: quais as alternativas para quem não consegue pagar?
Defenda-seCriança e o adolescente: Quais condutas são consideradas crime ?
SaúdeMedo da segunda e insônia aos domingos? Confira como lidar com o problema!
Finanças pessoaisEstratégias financeiras para o fim de ano