Clique aqui para ir para a página inicial
 

Pular Links de Navegação
»
Home
Contato
Calculadoras
Consultoria
Conteúdo
Cotações
Perfil/Testes
Serviços
Parceiros
Mapa site
[HyperLink1]
Cadastrar
 
    
Assuntos

Total de artigos: 11132
    

 

 

Negócios / Empreendedorismo - Erros Fatais do Empreendedor 

Data: 30/05/2007

 
 
Todos conhecem as estatísticas sobre morte prematura dos novos negócios e já ouviram as histórias sobre como poucos empreendimentos duram mais do que 1 ou 2 anos.

Os empreendedores que estão desenvolvendo um novo negócio provavelmente estão tentando tornar realidade seus sonhos. Mesmo com as estatísticas em “contra”, o entusiasmo, a vontade (e a teimosia) o levam a crer que com ele será diferente, que ele será um dos que conseguirão chegar lá. Sim, o entusiasmo é um fator importantíssimo para o sucesso de um negócio, mas é só o começo.

Além de ter um bom plano de negócios, o empreendedor também deve estar atento aos seguintes fatores que podem causar o fracasso do negócio:

1) Falta de Dinheiro

Sem o capital necessário, seu negócio sofrerá desde o primeiro dia. A falta de capital causará a lentidão no crescimento de sua empresa e limitará sua capacidade de aproveitar as oportunidades. Durante a preparação do negócio, sua necessidade de capital deve ser muito bem estudada, levando em conta todos os investimentos que terá que fazer e o fluxo de caixa em um médio/longo prazo.

Previsões excessivamente otimistas em seu plano de negócios podem lhe causar sérios problemas de falta de caixa caso não se cumpram. Tenha muito cuidado ao fazer as considerações financeiras de seu negócio, para não perder o que investiu, e pior ainda, ver seu sonho ir por água abaixo.

2) Pensamento Pequeno

Seu negócio pode ser muito pequeno e ter recursos muito limitados… mas você não precisa contar isto para todos (muito menos para seus clientes). Com as facilidades que a tecnologia e a terceirização oferecem, você pode competir com empresas de porte muito maior do que o seu. Ao invés de mostrar aos potenciais clientes uma possível deficiência devido a tamanho de sua empresa, vire o jogo e mostre as vantagens que você pode oferecer… velocidade de resposta, experiência e um atendimento mais personalizado. Crie este diferencial, prove seu valor ao cliente, e você terá uma clara vantagem competitiva sobre a concorrência.

Somente tenha o cuidado de não abraçar uma venda ou contrato que você não conseguirá atender. Neste caso você perderá o cliente e suas referências (que são um meio importantíssimo de marketing para o crescimento de uma empresa nova).

3) Mau uso da Tecnologia

Aproveite as facilidades e ferramentas que a tecnologia atual oferece. Não economize em itens que darão uma alta produtividade a sua empresa e seus funcionários, já que o investimento se pagará rápidamente. Isto não significa que você deva comprar todos os últimos brinquedos tecnológicos disponíveis no mercado, mas deve avaliar cuidadosamente as opções disponíveis e adquirir as ferramentas que se encaixem com o fluxo de seu negócio.

Note também que muitas grandes empresas possuem um processo mais lento de evolução tecnológica, já que os investimentos necessários para realizar upgrades da tecnologia instalada podem ser impeditivos. Este pode ser um dos diferenciais que você pode oferecer a seus clientes, como citado no item anterior.

4) Subestimar o Ato da Venda

Para a pequena empresa, nada é mais importante do que vender. Sem as vendas, não haverá crescimento e muito menos retorno sobre o capital investido. Isto parece óbvio, mas é grande o número de novas empresas preocupadas com custos e processos internos, aguardando os clientes aparecerem por magia. É melhor investir mais, procurando o aumento das vendas, do que se preocupar desde o início com a economia em todos os aspectos do negócio. Sugiro que leia também outros artigos que escrevi recentemente sobre manter o foco nas vendas, e vender seu peixe.

5) Perda de Foco

Além do grave erro de perder o foco nas vendas, muitas vezes se perde também o foco no negócio como um todo. Você não deve dar tiros para todos os lados, esperando acertar algum deles. Ao invés disso, deve concentrar seus esforços nos principais objetivos do empreendimento, definidos no plano de negócios.

Para não perder o foco, defina, documente e divulgue sua missão e visão entre todos os funcionários. A partir disso, assegure que suas metas, objetivos e atividades sejam voltados a seguir a estratégia que suporta a missão e a visão. Estas e outras ferramentas o ajudarão no alinhamento estratégico de sua empresa.



 
Referência: O gerente.com
Autor: CNN Money
Aprenda mais !!!
Abaixo colocamos mais algumas dicas :

Assunto:Perguntas:
ImóveisProcurar imóvel e encontrar entretenimento não são mais idéias totalmente opostas
Carreira / EmpregoUma carreira com ótimas oportunidades
Carreira / EmpregoConseguiu o primeiro emprego? Veja o passo a passo para controlar gastos
Carreira / EmpregoComo estimular a comunicação interna entre as equipes?
UtilidadesRodoanel Metropolitano de São Paulo
Carreira / EmpregoComprometimento: ingrediente fundamental para a sua carreira
Finanças pessoaisPatrimônio x Casamento: não pense só na festa, mas em aspectos jurídicos
Turismo / ViagensBagagem: Extravio - O que fazer quando passageiro e bagagem não andam juntos
Finanças pessoaisSuas contas: livre-se da bagunça e dos gastos desnecessários!
Empréstimo / FinanciamentoComprar um carro em até 99 prestações?