Clique aqui para ir para a página inicial
 

Pular Links de Navegação
»
Home
Contato
Calculadoras
Consultoria
Conteúdo
Cotações
Perfil/Testes
Serviços
Parceiros
Mapa site
[HyperLink1]
Cadastrar
 
    
Assuntos

Total de artigos: 11132
    

 

 

Entrevista de emprego - Seleção: como aguardar o contato do recrutador? 

Data: 29/11/2011

 
 
Procurar um emprego nunca foi uma tarefa das mais fáceis, especialmente pelo estresse e ansiedade que envolvem tal processo. A simples ação de enviar um currículo até a contratação definitiva por uma empresa exige não apenas paciência de um profissional, mas também controle para lidar com o tempo de espera e com as negativas de um processo de seleção.

Mas será que os profissionais do mercado estão preparados para lidar com essa expectativa? Na opinião do diretor de Marketing para América Latina da Michael Page, Sérgio Sabino, a resposta é não.

Segundo ele, na ânsia de um feedback imediato, muitos profissionais erram ao se antecipar e cobrar do recrutador uma resposta sobre a vaga ou sobre sua análise de perfil, e isso pode ser determinante na hora de conseguir o tão esperado emprego.

“Existem profissionais que ficam ligando e perguntando se já temos alguma resposta e isso é um tanto quanto frustrante, pois existem processos que não dependem do recrutador, mas do cliente”, explica Sabino.

Processo que demora
E que o processo demora, isso é fato, especialmente se a exigência do cliente for criteriosa. “Após a triagem e as entrevistas, até temos bons candidatos, mas muitas vezes o cliente acaba pedindo mais opções e temos que segurar os feedbacks”, esclarece Sabino.

Além disso, analisar as centenas de currículos que são enviados, muitas vezes fora do perfil solicitado, costuma ser uma tarefa bem trabalhosa e que demanda tempo.

“Os profissionais que mandam currículo aleatoriamente almejando novas oportunidades se queimam. Se eles não possuem inglês fluente, não adianta tentar se candidatar para uma vaga em que essa habilidade seja uma exigência”, orienta a consultora de planejamento de carreira da Ricardo Xavier Recursos Humanos, Karla Mara Alves de Oliveira.

Para ela, muitos problemas seriam evitados se os candidatos apenas tentassem cargos compatíveis com seu perfil profissional.

Quando a vaga é a 'cara do candidato'
Uma queixa crescente observada é quando os candidatos não são chamados para um processo e argumentam que não sabem a razão de tal fato, já que a vaga oferecida era a 'cara' deles.

“Para tentar trocar de carreira os profissionais se candidatam a diversos processos sem sequer apresentar a experiência devida. Por essa razão entrevistá-los é tão difícil, já que seguimos as exigências de nossos clientes”, diz Sabino.

E é aqui que a coisa se complica, já que todos os currículos fora das exigências costumam ser encaminhados para outras vagas ou até mesmo para o arquivo de um recrutador.

Feedback negativo
Mas e quando um profissional é selecionado, será possível lidar com um retorno negativo após uma avaliação em uma grande companhia? De acordo com Karla, é possível sim, mas infelizmente 90% dos profissionais não estão preparados para isso.

“Ao receber uma critica negativa o ideal seria que os candidatos reavaliassem seu perfil para analisarem onde uma adequação seria mais necessária. Contudo, muitos não fazem isso e se prejudicam”, diz a consultora.

Segundo ela, os profissionais que não apresentam uma postura adequada costumam ser descartados de futuros processos. “Já entrevistamos profissionais tão reativos que optamos por descartá-los justamente por não apresentarem uma postura ideal. Os recrutadores sempre trazem novas indicações e uma ação mal calculada pode prejudicar o networking do candidato”, complementa Karla.



 
Referência: InfoMoney
Autor: Eliane Quinalia
Aprenda mais !!!
Abaixo colocamos mais algumas dicas :

Assunto:Perguntas:
SegurosSeguro de automóveis: Prazo de indenização: 30 dias
Defenda-seConstituição Federal - Íntegra da lei : » Título VII - Da ordem econômica e financeira
Entrevista de empregoEstilos individuais de comunicação
Carreira / EmpregoSinal vermelho: pesquisa revela nível alto de estresse entre executivos jovens
LeisNovo Código Civil ? Lei nº 10.406 de 10/1/2002 (Parte Especial) »»» Livro III - Do Direito das Coisas »»» Título V - Das Servidões
Carreira / EmpregoO que fazer? Temer ou ousar?
Currículo (curriculum)Conheça a diferença do currículo impresso e on-line e conquiste sua vaga!
Salário e negociação na carreiraSalário alto não deve ser objetivo ao planejar a carreira
ImóveisCondomínio como investimento
Carreira / EmpregoFatores para o Sucesso Profissional