Clique aqui para ir para a página inicial
 

Pular Links de Navegação
»
Home
Contato
Calculadoras
Consultoria
Conteúdo
Cotações
Perfil/Testes
Serviços
Parceiros
Mapa site
[HyperLink1]
Cadastrar
 
    
Assuntos

Total de artigos: 11132
    

 

 

Finanças pessoais - O crédito e o sucesso financeiro 

Data: 12/07/2010

 
 

O brasileiro conviveu, por décadas, com o descontrole financeiro. A inflação, além do seu malefício econômico, fez com que a população perdesse o poder de compra e foi responsável por prejudicar o planejamento de uma grande quantidade de pessoas que não cultivaram o hábito de discutir o assunto dinheiro.

Felizmente, de modo geral o Brasil se modernizou, a economia se estabilizou e a inflação está controlada. Os benefícios desse novo momento brasileiro podem ser percebidos, entre outros pontos, pela maciça oferta de crédito. Nossas instituições financeiras estão fortalecidas, especialmente graças a regras de controle muito eficazes que transformaram essas empresas em exemplos de boa gestão no Brasil e no exterior.

Conhecendo o crédito

O crédito é oferecido por meio de diversos produtos que possuem, de acordo com sua facilidade de concessão e comodidade, maior ou menor custo. É importante frisar que o crédito possui custo – trata-se do preço que se paga por utilizarem um dinheiro que não é seu e por devolvê-lo em prestações ao longo do tempo.

Ao contrário do que possa parecer, dentro do critério de educação financeira, utilizar o crédito e suas ferramentas não é condenável. O ruim é endividar-se de forma descontrolada e utilizar-se do crédito farto sem planejamento, sem critério.

Faça sempre as melhores escolhas

Quem não estuda onde buscar o crédito corre o risco de pagar um preço muito alto. Empréstimos e parcelamentos semelhantes podem ter condições muito diferentes de banco para banco ou de loja para loja. Um pouco mais de procura pode levá-lo a uma grande economia.

Por exemplo, se você utiliza o seu limite de cheque especial, principalmente por um longo período, é aconselhável trocar esse crédito por um valor de um empréstimo consignado. Dessa forma você troca um produto com juros maiores por um produto com juros em menor patamar. Simples assim. O raciocínio vale para todas as suas dívidas.

Você sabe quanto paga de juros?

A responsabilidade é sua

Não podemos deixar de discutir os motivos para tomar crédito. Lembre-se que os seus gastos precisam ser planejados e utilizar o crédito para dar um salto maior do que a perna pode ser o principio de uma grande dor de cabeça. O consumo precisa ser consciente e dentro de suas reais condições.

O crédito é bom e é um dos pontos mais positivos de um país que anda nos trilhos, mas saber usá-lo ainda é um desafio. Você é sempre o responsável pelo o que faz com suas finanças, então se decidir usar o crédito tenha em mente que, mais cedo ou mais tarde, você vai precisar quitar essa conta. Quanto mais cedo, melhor!



 
Referência: Consumidor Consciente
Autor: Ricardo Pereira
Aprenda mais !!!
Abaixo colocamos mais algumas dicas :

Assunto:Perguntas:
SaúdeRubéola
Carreira / EmpregoMeu amigo foi promovido, e agora? Veja como lidar com o novo chefe
Investimentos / FundosDefina datas e metas para seus investimentos
Entrevista de empregoVeja as dez perguntas mais comuns nos processos de emprego
Economizar / PouparCapacidade de poupar é baixa no Brasil; 85% gastam mais do que ganham
Carreira / EmpregoSorriso no rosto pode fazer você conquistar o que deseja na carreira
Banco / Cheque / ContaComo funcionam as contas do mercado monetário nos EUA
SaúdeVacinação: Dúvidas mais freqüentes
Carreira / EmpregoAdepto à agenda: saiba quais compromissos pode mudar!
Defenda-seConstituição Federal - Dúvidas freqüentes : » No que diz respeito a competência para fazer leis, o que determina a Constituição Federal? (art. 22 e seguintes)