Clique aqui para ir para a página inicial
 

Pular Links de Navegação
»
Home
Contato
Calculadoras
Consultoria
Conteúdo
Cotações
Perfil/Testes
Serviços
Parceiros
Mapa site
[HyperLink1]
Cadastrar
 
    
Assuntos

Total de artigos: 11132
    

 

 

Investimentos / Fundos - Marcação a mercado: entenda como ela protege o valor de seu investimento 

Data: 30/05/2007

 
 
Um dos conceitos mais importantes da gestão de recursos, com especial relevância para quem aplica em fundos de investimentos, é o de marcação a mercado (MaM). Afinal de contas, o valor dos recursos que o investidor aplicou varia de acordo com a cota do fundo, e é neste ponto que o conceito de marcação a mercado ganha importância.

O conceito é importante, pois permite conhecer o valor atual real dos fluxos futuros que compõem uma carteira, ou seja, o valor em reais que poderia ser obtido caso todos os ativos fossem vendidos. Em outras palavras, a MaM permite que investidor saiba o valor de mercado de cada um dos títulos que compõem sua carteira, com o intuito de saber quanto efetivamente vale seu portfólio.

Importância do valor da cota
Antes de discutir em mais detalhes a MaM, vale a pena dar um passo atrás e entender o funcionamento das cotas de um fundo de investimentos. Quando você aplica num fundo DI, por exemplo, seus recursos são destinados para a compra de títulos públicos pós-fixados, ou seja, que renderão de acordo com o patamar da taxa Selic e com o tempo que o dinheiro foi aplicado.

Porém, devido ao grande número de cotistas e ao elevado volume de dinheiro aplicado, às vezes pode ser difícil para o gestor afirmar com precisão quanto cada cotista possui em determinado dia, já que o mercado financeiro é extremamente dinâmico.

Daí a importância de se estabelecer o mecanismo de cotas, através do qual cada cotista tem um número de cotas, e o valor aplicado é determinado com base no número de cotas que possui pelo valor da cota no dia.

Duas formas de marcação
Mas, como definir o preço da cota de um fundo? Os gestores podem adotar duas metodologias distintas para avaliar o preço dos títulos que compõe a carteira do fundo e, conseqüentemente, o valor da cota do mesmo:
  • Marcação a mercado
    Na MaM, os preços dos papéis que compõem a carteira do fundo e que, portanto, irão definir o valor da cota, são estipulados com base no valor a mercado desses títulos a cada instante. Essa avaliação diária é importante mesmo para os títulos de renda fixa pré-fixada, ou seja, aqueles que têm a taxa pré-determinada no momento da aplicação, pois esses títulos também sofrem oscilações de preço até a sua data de vencimento.
     
  • Marcação pela curva de juros
    Porém, no passado, muitas instituições costumavam estabelecer os preços dos títulos de acordo com os juros que seriam pagos, a chamada marcação pela curva de juros do papel. Essa alternativa geralmente conferia maiores ganhos aos cotistas, porém, não refletia o real patrimônio do fundo. Isso ocorre porque, caso houvesse uma corrida aos bancos e muitos investidores quisessem resgatar seus recursos, os gestores não conseguiriam vender os títulos de acordo com os juros prometidos, acabando por prejudicar os cotistas.
MaM traz mais transparência
Suponha que você tenha aplicado R$ 1.000,00 no início de um mês, quando a taxa de juro foi de 1% ao mês em um fundo de investimentos que não contabiliza seus ativos de acordo com o real valor de mercado. Na metade do mês, uma grave crise econômica ocorre e o Banco Central eleva os juros, que passam a 2% ao mês. Nesse dia, um investidor, aproveitando a alta dos juros, também aplica R$ 1.000,00 no mesmo fundo.

No seu caso, que aplicou no início do mês, seu dinheiro rendeu 1% ao mês até a metade daquele mês, ou seja, 0,5% e você passa a ter R$ 1.005. Na segunda metade do mês, seu dinheiro renderá 1%, já que os juros chegam a 2% ao mês. Logo, ao final de 30 dias, você terá R$ 1.015,05, o que representa rentabilidade no mês de 1,51%.

Por outro lado, o segundo investidor, que aplicou na metade do mês, também obterá 1% na segunda metade do mês, e o montante do investimento atingirá R$ 1.010. Porém, houve uma transferência de riquezas, já que se fosse calculada a rentabilidade mensal equivalente para o mês desse investidor ela seria de 2,01%, acima dos 1,51% que seu dinheiro rendeu.

Com a MaM, isso não ocorreria e todos os cotistas teriam a mesma rentabilidade, independentemente do momento em que o dinheiro for aplicado ou de qualquer alteração na Selic.


 
Referência: -
Aprenda mais !!!
Abaixo colocamos mais algumas dicas :

Assunto:Perguntas:
Carreira / EmpregoPlano de Carreira para Universitários
Entrevista de empregoQual é a finalidade dos testes de personalidade na entrevista de emprego?
Empréstimo / FinanciamentoComo deve ser o contrato de leasing
Empréstimo / FinanciamentoComo funciona o financiamento de um carro
LeisCódigo Penal ? Parte Especial »»» Título I - Dos crimes contra a pessoa »»» Capítulo III - Da periclitacao da vida e da saude
Modelos de documentosCongratulações
SegurosSeguro de carros: utilização de score bancário divide especialistas
SegurosSeguro de carro mais barato para mulheres é justo, dizem especialistas
Modelos de documentosRecibo de documentos entregues para admissão em serviço
Modelos de documentosRequerimento: Pedido de transferência da patente de registro