Clique aqui para ir para a página inicial
 

Pular Links de Navegação
»
Home
Contato
Calculadoras
Consultoria
Conteúdo
Cotações
Perfil/Testes
Serviços
Parceiros
Mapa site
[HyperLink1]
Cadastrar
 
    
Você está em:   IGF Modelos de documentos Petição Família Pedido de alteração de guarda, para que os menores fiquem com a genitora

Petição - Família - Pedido de alteração de guarda, para que os menores fiquem com a genitora


 Total de: 15.244 modelos.

 
Pedido de alteração de guarda, para que os menores fiquem com a genitora.

 

EXMO. SR. DR. JUIZ DE DIREITO DA ..... VARA CÍVEL DA COMARCA DE ....., ESTADO DO .....

....., brasileiro (a), (estado civil), profissional da área de ....., portador (a) do CIRG n.º ..... e do CPF n.º ....., residente e domiciliado (a) na Rua ....., n.º ....., Bairro ....., Cidade ....., Estado ....., por intermédio de seu (sua) advogado(a) e bastante procurador(a) (procuração em anexo - doc. 01), com escritório profissional sito à Rua ....., nº ....., Bairro ....., Cidade ....., Estado ....., onde recebe notificações e intimações, vem mui respeitosamente à presença de Vossa Excelência propor

MODIFICAÇÃO DE GUARDA DE MENOR

em face de

....., brasileiro (a), (estado civil), profissional da área de ....., portador (a) do CIRG n.º ..... e do CPF n.º ....., residente e domiciliado (a) na Rua ....., n.º ....., Bairro ....., Cidade ....., Estado ....., pelos motivos de fato e de direito a seguir aduzidos.

DOS FATOS

Em data de .... de .... de ...., na Cidade e Comarca de ...., Estado de ...., a Suplicante foi vítima de um roubo seguido de estupro (doc. incluso) praticado por desconhecidos, o que acarretou sérios problemas psíquicos e físicos.

Até a referida data, Suplicante e Suplicado viviam harmoniosamente, sem problemas, juntamente com seus filhos menores.

Ocorreu que o Suplicado, ao tomar conhecimento dos fatos do roubo e estupro, propôs a separação judicial do casal, alegando que não mais havia possibilidade de conviverem juntos em razão do estupro sofrido pela Suplicante, o que realmente ocorreu, conforme documento anexo.

É sabido que os acontecimentos se deram de forma brutal, ofendendo a Suplicante fisicamente a tal ponto, que a mesma se viu obrigada a servir-se de assistência médica psicológica em conseqüência dos traumas causados.

Entretanto, não somente pediu o Suplicado a separação, como também aproveitou-se da situação para receber a guarda dos seus filhos menores, alegando que a Suplicante não tinha condições psicológicas de continuar a criá-los.

Ora, MM. Juiz, um pequeno trauma de caráter temporário, causado por um acidente, não justifica a subtração da guarda da mãe que sempre foi mulher cumpridora dos deveres e bem soube criar e educar seus filhos, até a data do infeliz acontecimento.

O casal possui .... filhos, a saber:

1º ...., nascido aos .... dias do mês de .... do ano de .... (doc. incl.);

2º ...., nascida aos .... dias do mês de .... do ano de .... (doc. incl.).

3º ...., nascido aos .... dias do mês de .... do ano de .... (doc. incl.).

DO DIREITO

Ocorreu, ainda, que passado algum tempo da separação, Suplicante e Suplicado resolveram unir-se novamente, porém, apenas de fato, e mudaram-se para a Comarca de ...., onde residem juntos com os filhos menores. Contudo, a tentativa restou frustrada, pois não mais se compatibilizam e pretendem separar-se novamente.

Cumpre ainda esclarecer que os filhos menores não suportam a ausência da mãe, nem sequer a idéia de serem separados da Suplicante, pois é somente ela quem cuida dos menores, visto que o pai (Suplicado) trabalha como viajante na função de supervisor de vendas, somente aparecendo uma vez por semana em casa.

DOS PEDIDOS

Por todos estes motivos, vitais para a educação e criação dos menores, é que a Suplicante requer, após ouvido o Dr. Representante do Ministério Público, e cumpridas as formalidades legais, seja determinada a modificação da guarda dos menores, a fim de que os poderes sejam outorgados à Suplicante, protestando pela apresentação e por todos os meios de provas em direito admitidos, bem como o depoimento pessoal do Suplicado, prova testemunhal, pericial.

Dá-se à causa o valor de R$ .....

Nesses Termos,
Pede Deferimento.

[Local], [dia] de [mês] de [ano].

[Assinatura do Advogado]
[Número de Inscrição na OAB]

ROL DE DOCUMENTOS:

1. Certidão de casamento/separação;

2. Certidão de nascimento menores;

3. Laudo de Exame de Corpo de delito;

4. Doc. Identidade Suplicante (xerox);

5. CPF/MF Suplicante;


Veja mais modelos de documentos de: Petição - Família
Genitora propõe ação de interdição da filha, portadora de problemas mentais
Pedido de alimentos em decorrência de divórcio
Medida cautelar de protesto contra alienação de bens, a fim de preservar a meação de cônjuge vira
Pedido de separação de corpos de comum acordo, ante a impossibilidade do casal de requerer a sepa
Ação negatória de paternidade (02)
Pedido de desistência de ação de separação litigiosa, em face de reconciliação do casal
Ação de divórcio direto consensual, estipulando-se a partilha de bens, guarda de menores, direito
Ação de adoção com destituição do pátrio poder
Justificativa de impossibilidade de pagamento a maior de alimentos e pedido de reconhecimento de
Ação de execução de alimentos, ante a inadimplência do réu no pagamento dos mesmos
Ação de indenização por perdas e danos materiais e morais contra jornal
Requerimento de homologação de acordo para pagamento de pensão alimentícia