Clique aqui para ir para a página inicial
 

Pular Links de Navegação
»
Home
Contato
Calculadoras
Consultoria
Conteúdo
Cotações
Perfil/Testes
Serviços
Parceiros
Mapa site
[HyperLink1]
Cadastrar
 
    
Assuntos

Total de artigos: 11132
    

 

 

Carreira / Emprego - Regra ou exceção? Saiba se você é um empreendedor ou um profissional comum 

Data: 08/02/2010

 
 

“O bom profissional quer trocar de carro todo ano. O bom empreendedor tem certeza que vai revolucionar o cotidiano de milhões de pessoas. O bom profissional atua para subir a escada corporativa. O bom empreendedor defende agressivamente sua liderança excêntrica para manter domínio do mercado”.

A consideração acima é do arquivologista norte-americano e diretor de negócios da Nevoa Networks, Hunter Hagewood. Para ele, o bom empreendedor é dotado de paixão e prazer de conquistar, características que vão além da capacitação.

“Trabalhadores autodidatas que buscam e conseguem, com sucesso, adquirir e aplicar conhecimentos técnicos são representantes do pequeno grupo de trabalhadores conhecidos como empreendedores. São aqueles que não se contentam nem com o que eles realizam no expediente do trabalho nem com o que é passado em sala de aula”, diz.

Visão
Hagewood acredita ainda que pessoas com o chamado espírito empreendedor são atentas e com visão de futuro. Já para a especialista do Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), Adriane Alvarenga da Rocha Pombo, ser empreendedor é, antes de tudo, ser um realizador que produz novas ideias, combinando muita criatividade e imaginação.

Em outras palavras, o empreendedor é aquela pessoa que inicia algo novo, que vê o que ninguém vê, que faz antes. Estes profissionais conseguem, por exemplo, dimensionar quais são os problemas que empresas e pessoas estão dispostas a pagar bem para serem resolvidos.

No mais, acredita o norte-americano, o empreendedor reconhece que precisa adquirir outros ativos para dar longevidade às suas ideias.

“Ele precisa saber avaliar outras pessoas, discernir entre papo furado e resultados concretos, capitalizar em cima das suas paixões, identificar fontes de poder e influência, ter credibilidade, saber quando se destacar e quando ser discreto, blefar, apreciar a arte da persuasão, entender intimamente a relação custo- benefício, como encarar fracassos e as sutilezas da diplomacia”, diz ele.

Desenvolvimento
Para Adriane, por sorte, as pessoas não nascem empreendedoras. Isso significa que todo mundo pode desenvolver o tão falado espírito empreendedor.

No geral, segundo a psicóloga e consultora comportamental, Maria Inês Felippe, o empreendedor é motivado pela autorealização, pelo desejo de assumir novas responsabilidades e ser independente.

Além disso, é uma pessoa que sempre propõe novas ideias. É determinado, tem habilidade de organizar e liderar pessoas e gosta de conhecer tecnicamente as etapas e os processos envolvidos em uma produção.



 
Referência: InfoMoney
Autor: Gladys Ferraz Magalhães
Aprenda mais !!!
Abaixo colocamos mais algumas dicas :

Assunto:Perguntas:
Negócios / EmpreendedorismoEmpresário: janeiro é mês de recolhimento da contribuição sindical
Modelos de documentosDeclaração para fins escolares
Economizar / Poupar10 motivos para poupar e investir todos os meses
Carreira / EmpregoMantenha hábitos saudáveis na volta à rotina do escritório
ConsumidorNatal: saiba como evitar imprevistos e surpresas desagradáveis nas compras
Negócios / EmpreendedorismoCoisa de mulherzinha: no mundo das Cervejas Especiais, elas têm vez
Finanças pessoaisVocê já parou para pensar aonde vai o seu dinheiro?
Carreira / EmpregoMetas: política serve de guia para empregador e funcionários
Carreira / EmpregoO que diz a legislação sobre as idas ao médico?
FilhosFamílias com filhos maiores de 18 consomem mais cultura no Brasil