Clique aqui para ir para a página inicial
 

Pular Links de Navegação
»
Home
Contato
Calculadoras
Consultoria
Conteúdo
Cotações
Perfil/Testes
Serviços
Parceiros
Mapa site
[HyperLink1]
Cadastrar
 
    
Assuntos

Total de artigos: 11132
    

 

 

Carreira / Emprego - Segundo idioma é fundamental para quem quer ter sucesso profissional 

Data: 23/10/2009

 
 
Pesquisa aponta que quanto maior o nível do cargo, maior o conhecimento do idioma.

Com um mercado cada vez mais competitivo, onde o profissional deve procurar estar mais qualificado para ganhar espaço dentro das empresas, falar um segundo idioma se tornou fundamental para quem quer “alçar vôos” maiores na carreira. Dependendo da corporação, o domínio de outra língua já não é mais um diferencial, mas sim pré-requisito.

Fábia Barros, gerente do Grupo Foco, especializada em gestão pessoal, afirma que mesmo que a empresa não seja uma multinacional, o mundo globalizado exige o domínio de outro idioma para os profissionais. “A utilização de um segundo idioma será fundamental, por exemplo, para agregar conhecimento na carreira com matérias e revistas que tragam conteúdo em outras línguas, cursos, novos clientes e fornecedores, e até a possibilidade da abrangência internacional da empresa”, complementa.

A gerente de novos negócios da Companhia de Idiomas, Paula Faria, relata que, ainda hoje, o inglês é o idioma mais procurado, seguido do espanhol, entre os profissionais brasileiros. “Em nossa empresa, observamos predominância do inglês em cerca de 70 a 80% das solicitações, seguido do espanhol, que corresponde a aproximadamente 15%. Em outros casos, temos procura para outros idiomas, como o russo ou o mandarim, para preparar funcionários para uma expatriação. No entanto, essa tendência ainda é muito pequena”.

No entanto, a pesquisa “A Contratação, Demissão e Carreira dos Executivos Brasileiros”, realizada pela Catho Online com mais de 16 mil profissionais e executivos de diversos setores, mostra que somente 24,5% dos entrevistados falam fluentemente o inglês, com alguns erros, ou falam e escrevem corretamente.

A pesquisa mostra ainda que, quanto maior o nível do cargo, maior o conhecimento do idioma. Além disso, a porcentagem de profissionais com proficiência na língua aumenta em multinacionais: 13,6% deles falam e escrevem corretamente, enquanto apenas 5,5% dos profissionais de empresas nacionais possuem essa facilidade.

Saber o inglês e até dominar um terceiro idioma, no entanto, não é o fator de maior relevância na hora da contratação. A mesma pesquisa relata que em uma escala de 1 a 17, a fluência em outro idioma aparece em 15º lugar no critério de importância no processo de seleção.

Fábia Barros relata que a escolha do profissional depende do perfil pré-determinado pelo requisitante. “Mesmo em multinacionais existem oportunidades para quem não fala inglês. Quanto às características importantes, acredito que o perfil do profissional deve se adequar à cultura e valores da empresa, bem como as expectativas pessoais versus o que a empresa tem a oferecer. Visto que hoje em dia, o processo seletivo adequado acontece nas duas frentes: tanto a empresa quanto o profissional selecionam”.

Está na hora de começar

Paula Faria, da Companhia de Idiomas, relata, ainda, que o melhor momento para aprender um novo idioma é quando se é mais jovem. “Adultos e crianças aprendem de formas bastante diferentes. A criança tem maior facilidade e agilidade para aprender. Além disso, quanto mais jovem, menos influência da língua mãe na pronúncia o ser humano apresenta”.

Mas, Paula Faria diz que a premissa ‘Nunca é tarde para começar’ é valida para os mais experientes que querem iniciar outro idioma. “Para o adulto, cada novo aprendizado é uma pequena conquista. A sensação de sucesso experienciada por ele em uma situação de comunicação em língua estrangeira supera qualquer desafio que esse aprendizado lhe imponha”.



 
Referência: Administradores.com.br
Autor: Fábio Bandeira de Mello
Aprenda mais !!!
Abaixo colocamos mais algumas dicas :

Assunto:Perguntas:
Carreira / EmpregoPequena empresa x grande: em qual delas vale mais a pena trabalhar?
Carreira / EmpregoSucesso na carreira: 14 dicas para se tornar um profissional classe A
UtilidadesCasa da Mulher Lilith (uma organização não-governamental que se dedica ao tema da Aids)
UtilidadesFenaseg - Federação Nacional das Empresas de Seguros Privados
Carreira / EmpregoClima entre funcionários preocupa empresas e é considerado na remuneração
Finanças pessoaisCinco lições de finanças pessoais que aprendi com meus avós
Ações / Bolsa de ValoresSaiba o que é Fundo de Ações!!
Carreira / EmpregoConheça o perfil dos participantes das festas de final de ano das empresas
Investimentos / FundosOs dez erros que os investidores mais cometem e que podem ser evitados
Negócios / EmpreendedorismoSua empresa está pronta para incluir o diferente?